Detalhe

CCT: audiência aponta que tecnologia de Israel no uso da água pode ser exemplo para o Brasil

01/03/2018 | Por: Agência Senado | 1133
Roque de Sá/Agência Senado

A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) promoveu, na tarde desta quarta-feira (28), uma audiência pública para debater os projetos de cooperação científica entre Brasil e Israel, com foco na tecnologia da preservação e do uso sustentável da água.

O presidente da comissão, senador Otto Alencar (PSD-BA), coordenou a audiência e destacou que, apesar de o Brasil ter um grande reservatório de água doce, a perda dos recursos fluviais tem sido muito grande nos últimos anos, diante do aumento do consumo humano, industrial e agrário. Ele lembrou que uma de suas principais bandeiras legislativas é a defesa da revitalização do Rio São Francisco. Segundo o senador, talvez o Brasil seja o país mais irresponsável do mundo em termos de recuperação de suas reservas fluviais.

— Estamos vendo uma redução anual crescente na vazão dos principais rios do país. O governo não tem política de preservação dos rios que abastecem nossas populações — declarou.

Otto Alencar disse ter uma admiração especial pelo povo israelense e elogiou a tecnologia de Israel em termos de preservação e recuperação do potencial da água, citando os projetos de dessalinização e de reuso da água. O senador aproveitou para pedir mais atenção do governo brasileiro com a ciência, a pesquisa e a inovação, e apontou que a atuação de Israel deve servir de exemplo para o Brasil no uso sustentável da água e na preservação dos recursos hídricos.

Pioneirismo
O ministro da Ciência e Tecnologia de Israel, Ofir Akunis, que está em visita oficial ao Brasil, classificou o encontro na CCT como “histórico”. Ele, que tem reunião prevista para o final desta tarde com o ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, disse que esta é a primeira vez que um ministro da Ciência de Israel vem representar seu país em um evento em solo brasileiro. O ministro ressaltou que, nos últimos anos, tem visto uma melhora nas relações entre Brasil e Israel.

— Em minha atuação no ministério, procuro fortalecer as relações entre os países por meio da tecnologia. Esta audiência pode começar um novo caminho para os dois países — afirmou.

Segundo o ministro israelense, o convênio entre os ministérios de ciência e tecnologia de Israel e Brasil para compartilhar a tecnologia do uso da água será duradouro e importante para ambas nações. Akunis disse que Israel já aprendeu muito com o Brasil, por exemplo, na tecnologia do uso do gás. Ele também ofereceu ao Brasil o uso das imagens do satélite Vênus, o que poderia ajudar na atuação do governo brasileiro para enfrentar problemas como a seca e a recuperação de rios.

Akunis ainda afirmou que Israel tem o mérito do pioneirismo em encarar o desafio do uso da água. O país se tornou, ao longo dos anos, uma referência no uso racional da água, mesmo sem grandes rios e com cerca de metade de seu território em terras desérticas. Soluções concretas foram encontradas por meio do reaproveitamento da água em indústrias, e até em estações de esgoto, e campanhas educativas direcionadas a toda a população, desde a infância. Parcerias entre o governo, empreendedores e universidades também têm sido importantes para o desenvolvimento de tecnologias implementadas na agricultura. Além disso, o processo de dessalinização israelense evoluiu bastante na última década.

Exemplo
O secretário-executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia, Elton Santa Fé Zacarias, lembrou que Brasil e Israel firmam acordos diplomáticos desde o ano de 1949. Na visão de Zacarias, Israel é o exemplo de um país que passou por mudanças significativas baseadas em educação e inovação tecnológica. Ele reconheceu que ainda há muito desafios para o Brasil ultrapassar na sociedade da informação e destacou algumas parcerias entre os dois países na área de tecnologia.

— A parceria com países como Israel é um caminho para o avanço no desenvolvimento científico e tecnológico no Brasil. Estou certo de que essa parceria vai trazer muitos benefícios para nossa população — afirmou.

Também participaram da reunião os senadores Wilder Morais (PP-GO) e Lasier Martins (PSD-RS), o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shely, e funcionários da embaixada israelense.  Lasier elogiou o processo de dessalinização de Israel e disse que essa tecnologia pode ser uma solução para o nordeste brasileiro. Wilder relatou que, há alguns anos, fez uma visita oficial a Israel em um centro de produção de peixes e teve uma boa impressão da tecnologia para o uso sustentável da água.

— Com certeza esse acordo será muito proveitoso, tanto para o Brasil como para Israel, com o uso da inteligência dos dois países — afirmou.


Conteúdo Relacionado

Notícias

Israel adota lei que o define como "Estado-nação do povo judeu"

Adotado por 62 votos contra 55, o texto estipula, entre outras coisas, que o hebraico se torna a única língua oficial de Israel

Por que Israel é um polo tecnológico preocupado com cibersegurança

Israel tem muito o que compartilhar com outras nações a respeito de cibersegurança

Sem recursos naturais, Israel aposta em inovação

Governo israelense praticamente doará neste ano cerca de meio bilhão de dólares para financiar startups, pesquisa e melhorias tecnológicas em empresas locais

ABMES realiza visita técnica em Israel

Representando o programa ABMES Internacional, o vice-presidente da Associação e a consulta de parceria internacional estão no país para conhecer e preparar os locais que serão visitados pela 2ª Delegação ABMES Internacional

Em 70 anos, Israel se ergueu sobre tradições culturais e guerras com vizinhos

Contrastes marcam cosmopolita Tel Aviv e histórica Jerusalém

Feira das universidades israelenses acontece em São Paulo e no Rio de Janeiro

Cada instituição de ensino participante contará com um estande próprio, para esclarecer dúvidas e conversar com os visitantes

Câmara recebe exposição inédita no Brasil sobre o Holocausto

Mostra, exibida na ONU em 2015, busca estimular a reflexão sobre o extermínio de judeus durante a Segunda Guerra Mundial

Ministro da Educação participa de lançamento do projeto 100 Anos de Educação Judaica no Brasil

Na ocasião, ele comentou sobre uma das visitas que fez a Israel, quando pôde conhecer experiências de ensino bem-sucedidas

Como é estudar em Israel? Vale a pena?

Em artigo, a brasileira Yasmin Franceschi, que estuda na universidade de Tel Aviv, em Israel, descreve a experiência de cursar uma faculdade em um país do Oriente Médio

Chanceler brasileiro promete a Netanyahu aprofundar relação com Israel

No encontro com Netanyahu, em Jerusalém, Aloysio Nunes Ferreira convidou o premiê israelense para visitar o Brasil

Israel realiza Cyber Week 2018

O evento oferecerá acesso exclusivo a especialistas em segurança cibernética e criará um fórum para intercâmbio de conhecimentos e redes

Embaixada de Israel promove exposição Além do Dever em Brasília/DF

Segundo a organização, "a iniciativa é dedicada aos justos entre as nações e aos sobreviventes do Holocausto, cuja coragem e resiliência nos inspiram"

Viagem a Israel muda a visão de parlamentares brasileiros

Relato feito pela Confederação Israelita do Brasil (Conib) sobre a viagem de cinco parlamentares brasileiros para Israel

Avanços em pesquisas e oferta de ensino levam Brasil a grupo de elite da matemática mundial

Os outros 10 países que integram o grupo são Alemanha, Canadá, China, Estados Unidos, França, Israel, Itália, Japão, Reino Unido e Rússia

2ª Delegação ABMES Internacional acontecerá em outubro de 2018

Associação levará os participantes para conhecerem as universidades de referência de Israel, um dos países mais inovadores do mundo

Contato


Lioudmila Batourina
Consultora de parceria internacional

E-mail

lioudmila@abmes.org.br

Telefone

+55 (81) 9 9998-7258

// DQh7BGCfnn0