Detalhe

Future-se: Consulta pública ultrapassa 55 mil cadastrados

20/08/2019 | Por: Ministério da Educação | 141
Foto: Agência Brasil

Aberta até 29 de agosto, a consulta pública do Future-se chegou à marca de 55.764 pessoas cadastradas. O sistema registrou 31.282 comentários sobre ao menos um dos pontos da proposta. Os dados são desta terça-feira, 20.

Lançado em 17 de julho, o Future-se objetiva promover maior autonomia financeira em universidades e institutos federais ao incentivar a captação de recursos próprios e o empreendedorismo. A iniciativa, que tem adesão voluntária, não pretende diminuir os repasses da União para às instituições, apenas promover uma complementação nos recursos.

A consulta pública serve para abrir espaço a especialistas e população em geral opinarem sobre o projeto. As contribuições serão compiladas para aperfeiçoar a proposta normativa a ser enviada para o Congresso Nacional.

Prorrogação
Inicialmente, a consulta pública encerraria no dia 15 de agosto, mas o prazo foi estendido por mais duas semanas para que mais pessoas possam participar. “A extensão do prazo até 29 de agosto tem sido importante para uma maior contribuição na formulação do projeto do Future-se”, disse o secretário de Educação Superior do MEC, Arnaldo Lima.

 


Conteúdo Relacionado

Notícias

Consulta pública do Future-se é prorrogada até 29 de agosto

Para participar da consulta, é preciso criar um cadastro com e-mail e CPF na plataforma da consulta pública, que pode ser acessada pelo portal do MEC

Vales do Silício Tropicais

No artigo abaixo, Arnaldo Lima, secretário de educação superior do MEC, detalha os objetivos do programa Future-se. Um deles é ajudar as universidades a formar empreendedores

No ritmo atual, Brasil só baterá a meta de matrículas de jovens na universidade em 2037

G1: Em levantamento realizado, o diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas, comenta sobre as projeções de crescimento do ensino superior

Future-se: internacionalize-se

Artigo escrito pela consultora de parceria internacional da ABMES aborda as propostas de internacionalização do projeto apresentado pelo Ministério da Educação