Detalhe

Alunos suspeitam de erro em nota do Enem e cobram revisão

31/03/2021 | Por: Folha de S.Paulo | 228
Foto: Reprodução/ Folha de S.Paulo

Candidatos suspeitam de erro na nota da redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e cobram que o Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais), órgão responsável pela prova, revise a correção.

As notas foram divulgadas nesta segunda (29), com muita instabilidade no sistema. A Folha apurou que um alto número de reclamações de erro levou a diretoria de tecnologia do órgão a pedir uma varredura nas notas de todos os estudantes.

Na última edição do Enem, uma falha na identificação dos candidatos levou à troca de notas de 5.974 participantes. Na ocasião, o problema só foi reconhecido pelo Inep depois da reclamação de estudantes.

Pelo histórico de problemas do exame e as instabilidades no sistema, um grupo de 50 estudantes de cursinhos de elite de São Paulo fez uma notificação extrajudicial ao Inep nesta quarta (31). Ele pedem o acesso, em até 24 horas, ao espelho da redação.

Em 6 de abril começam as inscrições para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que dá acesso às vagas em universidades federais de todo o país.

Eles já preparam um pedido de liminar na Justiça Federal, caso o Inep não dê acesso à redação.

“São alunos que estavam muito bem preparados e tiveram notas menores que em anos anteriores. O fato de o Inep ter problemas recorrentes nos sistemas nos faz ter essa dúvida, por isso, pedimos que os candidatos possam ver o espelho e, assim, dar transparência ao processo”, diz Márcio Danilo Doná, advogado dos estudantes.

Os alunos que contrataram o profissional são de cursinhos como Objetivo Integrado, Poliedro e Etapa, que lideram os rankings de maiores notas na prova.

Candidata a uma vaga em medicina, Hedra Santos, 18 anos, diz que sua nota está 120 pontos abaixo do que tinha tirado na edição anterior. “Minha nota foi de 920 para 800, é uma diferença muito grande e que pode me tirar a vaga em uma universidade federal.”

Técnicos do Inep disseram que foi feita uma varredura no sistema para identificar se houve troca de notas. Até a noite desta quarta (31) nenhuma incongruência tinha sido encontrada.

As notas dos candidatos são repassadas ao Inep pelo consórcio aplicador do Enem, que é quem corrige as provas. O órgão então é responsável por divulgar os boletins aos estudantes e repassar as informações ao Sisu, onde os candidatos verificam quais vaga conseguem acessar com o resultado que tiveram na prova.

Outra suspeita dos técnicos é que a diferença nas notas pode ter ocorrido por algum desvio no padrão de correção, já que, neste ano, o tempo para a avaliação das redações foi menor do que em outras edições.

No Enem 2020 apenas 28 candidatos tiraram nota máxima na redação, de 1.000 pontos. Na prova anterior, 53 pessoas alcançaram o maior resultado. Ainda que a abstenção do exame neste ano tenha sido recorde, com metade dos candidatos ausentes, a queda foi vista com preocupação, já que inscritos, com bom desempenho, tendem a não faltar.

Uma nota da FGV, que faz parte do consórcio aplicador da nota, elencou as ações de capacitação e supervisão dos corretores da redação, como pré-teste de avaliadores, treinamento online e acompanhamento de desempenho durante a correção.

“A soma de todos esses fatores possibilita a entrega de uma nota confiável ao participante, pois, em todas as suas etapas, o processo de correção de redações do Enem é conduzido por uma equipe qualificada, treinada especificamente para essa tarefa e comprometida tanto com o processo como um todo quanto com cada um dos participantes”, diz a nota.

Questionados sobre a possível falha nas notas da redação, MEC e Inep não responderam.

O Enem 2020 foi marcado por uma série de problema organizacionais, como salas superlotadas durante a pandemia e candidatos impedidos de entrar para a prova. Técnicos do Inep relatam ainda falta de coordenação no órgão, que está com o 5º presidente desde o início do governo Jair Bolsonaro (sem partido).

Alexandre Lopes foi demitido do cargo um mês após a realização do Enem. Ele não tinha bom relacionamento com o ministro da Educação, Milton Ribeiro, que considerou as falhas na aplicação da prova como a gota d’água.


Conteúdo Relacionado

Legislação

RESOLUÇÃO FNDE Nº 44, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2020

Dispõe sobre o Plano Trienal e o quantitativo de vagas dos contratos de financiamento no âmbito do Fundo de Financiamento Estudantil - Fies.


RESOLUÇÃO FNDE Nº 43, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2020

Dispõe sobre a prorrogação do prazo do art. 2º da Resolução nº 42, de 21 de outubro de 2020, no que se refere às alíneas "b" e "c" do inciso II, que dispõe sobre o Programa Especial de Regularização do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), nos termos dos §§ 4º e 5º do artigo 5º-A, da Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001.


PORTARIA FNDE Nº 782, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2020

Dispõe sobre a prorrogação do prazo para validação das inscrições pelas Comissões Permanentes de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) referente ao processo de ocupação de vagas remanescentes do 2º semestre de 2020 e para realização dos aditamentos de renovação semestral dos contratos de financiamento concedidos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), simplificados e não simplificados, do 2º semestre de 2020.


Notícias

Inep nega falha na correção das redações do Enem

Segundo o Inep, as redações podem passar por até quatro correções

Conheça os programas que utilizam as notas do exame

Desempenho nas provas possibilita o acesso à educação superior em instituições públicas e privadas. Participação também é critério para financiamento estudantil

Inep anuncia resultados do Enem 2020, mas candidatos enfrentam dificuldades para acessar página

Assessoria disse que problemas técnicos foram solucionados às 21h20. Estudantes ainda relatavam complicações para obter as notas depois desse horário

Enem 2020 divulga resultados nesta segunda-feira

Essa edição do exame seria realizada em novembro de 2020, mas foi adiada para janeiro e fevereiro em função da pandemia

Governo cogita cancelar Saeb 2021; decisão inviabilizaria Enem seriado neste ano

O Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), a princípio, avalia aprendizado de alunos do 2º, 5º e 9º ano do ensino fundamental e do 3º ano do ensino médio. A partir de 2021, ele seria usado como nova forma de ingresso no ensino superior

Gabarito da reaplicação do Enem 2020 deve ser divulgado nesta segunda-feira

Candidatos que tiveram COVID-19 na data regular, ou problemas logísticos, como as salas lotadas, puderam refazer o exame. Provas também foram aplicadas no AM e cidades de RO, que tiveram as provas suspensas por causa da pandemia

Reaplicação do Enem tem mais de 70% de abstenção

Gabaritos das provas estarão disponíveis na segunda-feira

Enem tem hoje segundo dia de reaplicação de provas

Resultados finais serão divulgados no dia 29 de março

Começa hoje a reaplicação do Enem

Reaplicação terá as mesmas regras do exame regular

Locais de reaplicação do Enem 2020 serão divulgados nesta sexta, diz Inep

Prova será em 23 e 24 de fevereiro no formato impresso para todos os candidatos, mesmo os inscritos no Enem digital.

Prazo para pedir reaplicação do Enem digital termina nesta sexta

Têm direito a refazer o exame os candidatos que tiveram problemas logísticos, como falta de luz, ou quem teve diagnóstico de Covid-19. A reaplicação será na versão impressa até para os inscritos no digital.

Inep divulga nesta sexta os resultados dos pedidos de reaplicação do Enem impresso

Estudantes com diagnósticos de Covid ou aqueles prejudicados por problemas logísticos, como salas lotadas, tiveram o direito de solicitar uma nova prova.