Detalhe

Correio é finalista em mais dois prêmios de jornalismo

20/07/2017 | Por: Correio Braziliense | 663
Ana Raysssa/Esp. CB/D.A Press Matéria: Falhas no ensino médio dificultam a vida de jovens em universidades do país

A credibilidade e a qualidade das reportagens produzidas pelos jornalistas do Correio Braziliense levam, mais uma vez, o jornal a ser finalista em dois prêmios nacionalmente conhecidos, concorrendo com outros grandes veículos de comunicação. O Prêmio de Jornalismo da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) classificou como finalista a reportagem  "Falhas no ensino médio dificultam a vida de jovens em universidades do país", de Tainan Pimentel. Publicada em 13 de maio deste ano, a matéria, que concorre na categoria Internet Regional, faz um Raio X da realidade nas escolas e instituições de ensino superior, quando o assunto é aproveitamento educacional. Já a jornalista Ana Paula Lisboa disputa o troféu de melhor matéria na sessão Impresso Regional, com a reportagem "Tecnólogo em serviços jurídicos na berlinda", veiculada em 30 de abril. 

A comissão julgadora do concurso da ABMES é composta por Arnaldo Niskler, Marcos Vilaça e Merval Pereira, membros da Academia Brasileira de Letras. Eles são os responsáveis por eleger as melhores reportagens produzidas relacionadas às mantenedoras de Ensino Superior.

Serão entregues oito premiações em dinheiro (no valor bruto total de R$100 mil), distribuídos em duas categorias (Nacional e Regional) nos segmentos de Impresso, TV, Rádio e Internet, durante a cerimônia de premiação, que acontece em 8 de agosto. 
 
Além do Prêmio ABMES Jornalismo, Ana Paula disputa, também, o Prêmio MPT de Jornalismo, promovido pelo Ministério Público do Trabalho, com a série de reportagens "Empoderamento feminino", publicada em 30 de abril. Em 2016, a repórter venceu o mesmo concurso na categoria impresso regional do Centro-Oeste.  

Outras premiações

No último 9 de maio, a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) concedeu ao Correio o Prêmio República de valorização do Ministério Público Federal pela série de reportagens "#XôPrivilégio: hora de tirar os políticos da redoma". 

A série começou em 29 de outubro de 2016, após o foro impedir a continuidade da Operação Métis, que investigava a atuação de policiais legislativos na tentativa de impedir as investigações da Operação Lava-Jato.
 
A continuidade das reportagens fez com que o Senado desengavetasse um projeto de mudança na Constituição para acabar com o benefício. O texto foi aprovado em primeiro turno, por unanimidade, no plenário da Casa em 26 de abril. A expectativa é de que a aprovação em segundo turno aconteça no fim desta semana.


Conteúdo Relacionado

Notícias

Jantar comemorativo marca anúncio dos vencedores do Prêmio ABMES de Jornalismo

Na próxima terça-feira, 8 de agosto, em Brasília, representantes de instituições de todo o Brasil estarão reunidos para celebrar as conquistas da educação superior e conhecer os ganhadores

Record TV é finalista de Prêmio Nacional da ABMES de Jornalismo

O protagonista da história de superação é Augusto. Apesar das limitações o jovem nunca desistiu de um sonho: entrar para a faculdade

Rede Paraíba é três vezes finalista do Prêmio ABMES de Jornalismo

TV Cabo Branco, G1 Paraíba e CBN João Pessoa estão concorrendo nas categorias regionais

Membros da Academia Brasileira de Letras definem finalistas do Prêmio ABMES de Jornalismo

Reunidos no Rio de Janeiro/RJ, os três imortais membros do júri selecionaram os 24 trabalhos inscritos que concorrem em oito categorias. Vencedores serão anunciados dia 8 de agosto, em Brasília/DF

Primeira edição do Prêmio ABMES de Jornalismo tem mais de 220 inscrições

Participam do concurso matérias publicadas de 1º de janeiro de 2016 a 31 de maio de 2017 e que abordam a educação superior no Brasil