Detalhe

Para além das fronteiras

03/07/2017 | Por: Linha Direta | 1089
Sobolev_Igor/shutterstock

No segundo semestre de 2017, a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) dará mais um passo na contribuição para o desenvolvimento da educação brasileira, por meio de exemplos do exterior, com a realização da 1ª Delegação ABMES Internacional, parte do programa ABMES Internacional, que neste ano acontecerá de 1º a 10 de setembro.

A Associação convida gestores, mantenedores e líderes educacionais a conhecerem a Associação de Ensino Superior da Rússia (Anvuz), bem como as universidades de referência no país, maior nação em área do mundo, com cerca de 142 milhões de habitantes. A escolha foi resultado da primeira pesquisa sobre internacionalização, lançada pela ABMES em março de 2017, que levantou, entre outros temas, locais onde as universidades procuram ou têm parceiros.

Em princípio, a pesquisa mostrou os EUA, Europa, América Latina e países de língua portuguesa como os principais focos, e nenhuma das respostas citou a Rússia como um prospect de parceria. “Isso significa que os países que compõem o Brics não conseguiram alterar a visão tradicional de que a Federação Russa sempre foi terra desconhecida, onde preconceitos, especulações políticas, o conhecimento histórico limitado e uma série de histórias falsas vêm colaborando para fazer essa cooperação, se não impossível, com certeza difícil”, avalia a consultora de Parceria Internacional da ABMES, Lioudmila Batourina.

Como sucessora legal da União Soviética depois de seu colapso no fim de 1991, a Rússia enfrentou sérios desafios para criar um sistema político após 75 anos sendo governada por um regime unipartidário altamente centralizado, comandado pelo Partido Comunista. Segundo a consultora, existem muitas semelhanças entre nossos países e também muitas diferenças. “Aprender com uma experiência absolutamente nova é sempre edificante. A Associação decidiu ser a primeira nessa descoberta”, ressalta Lioudmila.

No ano passado, ela participou da conferência científica na Rússia, visitando, ao longo de uma semana, algumas instituições particulares, e também da primeira reunião pessoal com a Anvuz. “Começamos o nosso encontro com o presidente da Associação, Viktor Zernov, e a diretora-executiva, Dinara Assadulina. Em pouco tempo já chamaram os chefes dos departamentos para participar da nossa conversa. Nosso encontro levou mais de duas horas, com muitos questionamentos, e finalizou com a ideia deorganizar um seminário conjunto entre nossos associados. De início, foi apenas uma ideia, mas o professor Janguiê Diniz, diretor-presidente da ABMES, por ser uma pessoa muito inovadora, apoiou a proposta que, desde então, começou a florescer.”

RUSSIA EXPERIENCE

Marketing, finanças, gestão e administração, novas tecnologias e dupla titulação são alguns dos temas que serão debatidos nos seminários e workshops realizados durante a 1ª Delegação ABMES Internacional – Russia Experience. Além do conhecimento das melhores práticas de ensino emuniversidades particulares, como a Russian New University (Rosnou), a International University in Moscow (MUM), a Moscow Social Pedagogical Institute (MSPI), entre outras; e instituições públicas de renome, tais como a Moscow State University (MGU), a National Research University Higher School of Economics (HSE) e a Peoples' Friendship University of Russia (RUDN), a delegação também participará de oficinas temáticas no centro de Skoltech, o “Vale do Silício” russo. Em seu território está a New Economic School (NES), conhecida por suas fortes conexões entre ciência e indústria. Além disso, o encontro com a Anvuz prevê a assinatura de um acordo bilateral de cooperação com a Rússia e a elaboração de convênios entre as universidades.

Tanto o embaixador da Rússia no Brasil quanto o do Brasil na Rússia estarão envolvidos. O diretor do Departamento Internacional do Ministério da Educação e Ciência da Rússia, Igor Ganshin, encontrará pessoalmente a Delegação da ABMES. Já a equipe de network do Brics organizará uma mesa-redonda especial com o grupo. “Como buscamos organizações similares à ABMES em outros países, de fato, as visitas, os contatos pessoais são muito importantes, pois esta belecemos conexão e confiança para relações de cooperação. Esperamos que, depois de se conhecerem pessoalmente, os participantes de ambos os lados possam continuar a aprofundar o diálogo proposto pela delegação”, diz Lioudmila.

A programação também inclui visitas aos principais pontos culturais e turísticos de São Petersburgo e Moscou, que estará celebrando as festividades de seu 870º aniversário. Entre as atrações, a famosa biblioteca russa com seus livros, mostrados apenas para convidados especiais; os tesouros do Hermitage, um dos maiores museus de arte do mundo; e a apresentação do balé russo. “Educação e cultura são irmãs gêmeas, uma não pode existir sem a outra. Educação estética, conhecimento de literatura, arte, música, história etc. Na verdade, é isso que difere uma pessoa realmente educada de um graduado. Acredito que a educação estética precisa estar no currículo das IES. Cultura e conhecimento formam a sabedoria de uma pessoa. Não é surpreendente que, em muitas línguas, bem como em russo, a palavra educação seja traduzida como formação”, explica a consultora da ABMES.

Esse intercâmbio é parte do processo de internacionalização da ABMES, que está só começando e não vai parar após a visita à Rússia. “Com certeza, vamos expandir ainda mais. Além disso, não nos limitaremos apenas a organizar as delegações. A ideia de internacionalização para a ABMES é principalmente manter-se atenta e informada sobre o que está acontecendo no mundo, participar dos projetos internacionais e das chamadas públicas e, assim, garantir que todos os nossos associados, grandes e pequenos, tenham as mesmas informações, e sempre em primeira mão”, reforça Lioudmila. A ideia, segundo a consultora, é defender as IES particulares para que sejam ouvidas não só no Brasil, mas também internacionalmente, por meio de diferentes publicações, conferências e reuniões, garantindo que, no mapa da cooperação internacional das IES brasileiras, também estejam incluídas as instituições de Educação Superior particulares.

ABMES INTERNACIONAL

A proposta do programa da ABMES Internacional é o desenvolvimento da cooperação com associações e universidades de outros países visando a troca de experiências, organização de conferências internacionais e suporte aos associados na busca por parceiros. A iniciativa também vislumbra a promoção da Associação e da Educação Superior brasileira para outras nações e continentes. 

As parcerias internacionais possibilitam aos associados gerar novas ideias, discutir problemas e identificar soluções comuns, e ainda estabelecer pontes com organizações semelhantes. Além disso, os participantes de ambos os lados estão interessados em aprender com a experiência das universidades. Por isso, a Associação também iniciou a campanha Vamos Conhecer, na qual são apresentadas as universidades que serão visitadas durante a Delegação ABMES Internacional.


Conteúdo Relacionado

Notícias

RÚSSIA: Universidade Russa da Amizade dos Povos (RUDN)

A RUDN é uma das principais instituições públicas de educação superior da Rússia

RÚSSIA: Universidade de São Petersburgo de Tecnologias de Gestão e Economia (SP UMTE)

A instituição conta com filiais em 10 cidades russas e possui mais de 20.000 alunos

MSPI em reunião de reitores de universidades privadas do Brasil (ABMES) e Rússia (ANVUZ)

O primeiro dia do encontro com reitores de universidades privadas dos dois países foi realizado na Universidade Internacional de Moscou

ABMES é recebida em Moscou pelo diretor nacional de Controle de Qualidade da Educação e Ciência da Rússia

O debate se deu no fim da tarde de terça-feira (5/9), na sede da entidade do Governo Federal Russo, em Moscou

1ª Delegação ABMES Internacional parte rumo à Rússia

Grupo embarca na sexta-feira (1) com o objetivo de trocar experiências e conhecer as melhores práticas em educação superior do país

Os efeitos das reformas governamentais na Educação Superior

Entenda como as alterações trabalhista, tributária e previdenciária impactarão o setor

Novos horizontes para o ensino superior

CBESP 10 provoca mantenedores e gestores a construir no agora a educação do futuro

Avaliação da Educação Superior

Revista Linha Direta: Análise do MEC mostra limitações em indicadores de qualidade

Novas diretrizes para o curso de direito

Propostas foram apresentadas em encontro organizado pela ABMES

1ª Delegação ABMES Internacional - Russia Experience

A ABMES convida seus associados para conhecerem as universidades de referência na Rússia, um dos países com maior número de IES do mundo

Quem são os egressos do Ensino Superior ?

Novo estudo realizado pela ABMES em parceria com a Educa Insights traz análise macro da realidade da Educação Superior Brasileira