Detalhe

Ensino a distância

18/09/2018 | Por: Correio Braziliense | 279
Foto: Foursquare

O formato do ensino a distância (EAD) converteu-se em modalidade completa de aprendizagem, conciliando a flexibilidade nos horários de estudo dos alunos com atividades acadêmica e profissional. O Senac é um dos pioneiros no EAD no Brasil. Em novembro de 1947, o Senac São Paulo, em parceria com o Sesc SP, lançou o programa que propagava o conhecimento por meio do rádio – a Unar (Universidade do Ar).

A partir de 2013, com o Portal Senac EAD para todo o território nacional, a instituição ampliou a atuação, tornando-se a maior rede de educação a distância em alcance no país. A modalidade de aprendizagem do Senac oferece ao aluno a oportunidade de crescer profissionalmente, por meio de ensino de qualidade, unindo inovação e flexibilidade.

Com mais de 250 cursos — entre livres, técnicos, graduação e pós-graduação e extensão — em diversas áreas de conhecimento, a Rede Senac EAD conta com 327 polos presenciais no Brasil, além de dois no Japão. Em 2013, registrava cerca de 7.500 alunos. Atualmente, ultrapassa 92 mil. A expectativa para este ano é que bata a marca de 120 mil matriculados.

Entre os diferenciais que oferece, está uma rede de polos – todos em unidades educacionais próprias, credenciados pelo Ministério da Educação (MEC) e contam com uma estrutura apropriada para as atividades presenciais da graduação da rede. As aulas são ministradas pela internet, com duas avaliações presenciais por semestre no polo escolhido.

O Senac EAD conta também com uma novidade bem-sucedida para os alunos ingressantes nos cursos de graduação. Com o intuito de prepará-los para a nova atividade acadêmica, o Programa de Ambientação funciona como proposta acolhedora, orientando o estudante sobre o manuseio das ferramentas tecnológicas presentes no ambiente virtual. Por meio dessa prática, são oferecidas ações interativas, monitoradas por equipe de mediação e tutores, que permitem ao aluno vivenciar uma experiência acadêmica diferenciada. Mais: dispõe de interface moderna, dinâmica e acessível, garantindo o acesso a pessoas com deficiência visual ou auditiva. Os cursos são autorizados pelo MEC, com qualificação do corpo docente e material didático apropriado.

O Senac-RJ acabou de somar forças a essa rede com a abertura de quatro polos na capital para cursos de graduação e técnicos a distância: Centro Politécnico (Riachuelo), Faculdade de Tecnologia Senac Rio (Centro), Senac Campo Grande e Senac Marapendi (Barra da Tijuca). A meta é aumentar esse número em curto prazo, segundo a gestão do Senac RJ, que tem à frente Luiz Gastão Bittencourt, do Senac RJ e do Sesc RJ, e Ana Claudia Martins, diretora regional do Senac RJ.

Os dados corroboram o reconhecimento e a credibilidade do Senac como instituição de excelência em capacitação profissional, comprovando a força da modalidade de aprendizagem a distância. A região Sul/Sudeste é responsável por 77% do total de alunos, seguida pelo Nordeste, com 12% e Norte e Centro-Oeste, com 11%. Pelo potencial que o estado fluminense representa, é indiscutível a relevância da entrada do Senac RJ na Rede EAD nacional. Segundo o coordenador da oferta de cursos técnicos do Brasil, José Paulo da Rosa, diretor do Senac Rio Grade do Sul, “Vamos unir forças para incrementar o modelo que representa o futuro da educação no país”.


Conteúdo Relacionado

Vídeos

Um ano do Decreto da EAD - o que mudou?

Desde que o Novo Fies entrou em vigor, no começo de 2018, instituições e alunos têm tido várias dúvidas sobre o programa e a ABMES tem se dedicado em respondê-las. Confira neste vídeo produzido pela ABMES TV alguns pontos importantes que mudaram no programa.

Legislação

REPUBLICADO DECRETO Nº 9.057, DE 25 DE MAIO DE 2017

Republicação do art. 9º do Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017, por ter constado incorreção, quanto ao original, na Edição do Diário Oficial da União de 26 de maio de 2017, Seção 1.


Notícias

Crise impulsiona matrículas em cursos do ensino a distância

Estadão: Matéria aponta que, em 2017, a EAD passou a atender 21,2% dos graduandos do país. O texto traz fala do diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas, afirmando que esse crescimento apenas posterga o problema de expansão do ensino superior

Aumento das matrículas na graduação a distância é o maior desde 2008, aponta censo

G1: Dados do Censo da Educação Superior 2017 divulgados nesta quinta-feira (20) mostram que, entre 2016 e 2017, o número de alunos de EAD cresceu 17,6%

Ensino a distância deve ultrapassar o presencial em poucos anos Estimativa prevê que o recente método supere o tradicional em 2023

Diário de Petrópolis: em matéria descreve o crescimento da modalidade EAD baseada na pesquisa divulgada pela ABMES. Ainda relata que em alguns anos mais alunos estarão estudando a distância do que em modalidade presencial

Ainda há preconceito no mercado de trabalho com quem faz EAD?

Em estudo feito pela ABMES, os cursos de modalidade EAD serão cursos de maior aceitação em comparação aos presenciais

Diploma sem sair de casa

Com custo menor que o de uma faculdade convencional, flexibilidade de horário e a possibilidade de acompanhar as aulas pela internet de qualquer lugar, os cursos de graduação a distância têm procura recorde

Grupo de trabalho discute pós-graduação stricto sensu a distância

Reunião aconteceu na sexta-feira, 24 de agosto. A ABMES é uma das entidades que compõe o grupo de trabalho

Graduação a distância permite que profissionais conciliem estudos e trabalho

Saiba como adultos vêm dando um drible na falta de tempo na luta pelo diploma

Polos de ensino superior a distância crescem 133% em um ano

Oferta explode após decreto reduzir as exigências para faculdades online

EAD: 1,5 milhão estuda a distância no Brasil

Mais baratos e flexíveis, cursos online ganharam força; conheça boas faculdades, histórias de quem fez e como o mercado vê esse tipo de diploma

Ensino a distância cresce mais que presencial, mas gera desconfiança

TNH1: Dos entrevistados, 27% disseram que escolheriam preferencialmente um curso EaD e 17% disseram que preferem ambos, EaD e presencial

Ensino a distância cresce mais que presencial, aponta ABMES

Jornal Cruzeiro do Sul: A pesquisa inédita Um ano do Decreto EAD - O impacto da educação a distância foi feita pela ABMES em conjunto com a empresa de pesquisas educacionais Educa Insights

Coluna

Educação Superior Comentada | A nova regulamentação para oferta de educação a distância

Ano 5 - Nº 17 - 14 de junho de 2017

Na edição desta semana, o consultor jurídico da ABMES, Gustavo Fagundes, trata do Decreto nº 9.057 que regulamenta a educação a distância no Brasil. Com a nova legislação, instituições podem obter credenciamento exclusivamente para oferta de educação a distância, sem a obrigação da oferta na modalidade presencial

Educação Superior Comentada | A polêmica envolvendo a oferta de cursos da área da saúde na modalidade EAD

Na edição desta semana da Coluna Educação Superior Comentada, o consultor jurídico da ABMES, Gustavo Fagundes, analisa o debate acerca da oferta de cursos de graduação na área da saúde na modalidade de educação a distância. Segundo ele, o cerne da discussão é a divulgação equivocada da informação de que o contexto regulatório tornou possível a oferta desses cursos de forma totalmente virtual