Detalhe

Acesso ao Fies ficou mais difícil, dizem faculdades privadas

29/11/2018 | Por: Bol | 511
Foto: Exame

O acesso às faculdades privadas por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) está mais difícil, de acordo com a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). Segundo a entidade, das 310 mil vagas oferecidas, apenas 80,3 mil foram preenchidas, o equivalente a 26% da meta.

Para o presidente da ABMES, Janguiê Diniz, o desempenho do Fies em 2018 foi um fracasso. "Foi o pior cenário desde que foi instituído o Fies", disse Diniz. "O programa, que devia ser social, transformou-se num programa financeiro e fiscal. Esta é a nossa maior crítica."

O Fies está com novas regras desde o início do ano. Na modalidade em que o financiamento é oferecido pela instituição bancária, com taxa de juros determinada pelo próprio banco, foram preenchidas 500 vagas de um total de 210 mil. Já no modelo de financiamento governamental, a que se destina o restante das vagas, o aproveitamento foi de 82,1%.

Em nota, o Ministério da Educação (MEC) diz que é possível analisar apenas os dados do Fies com financiamento pelo governo. "Considerando que o ciclo de contratações do Fies 2018 ainda não [se] encerrou, o aproveitamento observado já é superior ao observado nos anos anteriores (62,6% em 2016 e 78,2% em 2017)".

De acordo com o MEC, as novas modalidades têm características diferentes das do Fies anterior, o que impede comparações.

Criticas
Na opinião de Diniz, o principal gargalo do sistema é o não financiamento do custo dos cursos em sua totalidade, apesar de o governo ter estabelecido percentual de financiamento mínimo de 50% do curso escolhido.

Para ele, outro ponto controverso é que 60% das vagas sejam destinadas aos cursos prioritários (área da saúde, engenharia e licenciatura). "Isso nem sempre está em consonância com o mercado de trabalho", afirmou Diniz. As regras rígidas exigidas pelos bancos também foram citadas: "O banco trata o financiamento estudantil como uma linha de crédito qualquer".

Em nota, o MEC destaca que a reforma do Fies respeita determinação do Tribunal de Contas da União de buscar a redução da dependência do programa dos recursos do Tesouro Nacional e garantir sustentabilidade financeira e a governança do programa. O objetivo é "viabilizar uma política de acesso ao ensino superior mais ampla, que seja eficaz e que atenda melhor o estudante", diz a nota.

A nota responde às críticas ao Fies com financiamento privado, dizendo que "se trata de uma modalidade de financiamento ainda em desenvolvimento, com alto potencial de crescimento e que tem contado com o apoio do MEC e das instituições financeiras participantes. Para o ano de 2019, espera-se o fortalecimento da modalidade, com a entrada de mais dois bancos financiadores do P-Fies".

Reunião com gestão Bolsonaro
Diniz informou que se encontrará na primeira quinzena de dezembro com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), para debater novas propostas para o Fies. Segundo o presidente da ABMES, o objetivo é pedir que o governo financie 100% das mensalidades de todos os estudantes e que inclua a modalidade de ensino a distância. Outra ideia é que as instituições de ensino ofereçam descontos "substanciais e perenes", que variem entre 20% e 30% do valor do curso.

Na opinião de Diniz, as regras rígidas impostas pelos bancos também têm que ser revistas. A ideia é que o aluno que tenha 100% do financiamento comece a pagar as parcelas de amortização da dívida já durante o curso.


Conteúdo Relacionado

Legislação

PORTARIA MEC Nº 1.209, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2018

Dispõe sobre as regras e os procedimentos a serem realizados para a oferta de financiamento estudantil mediante o Fundo de Financiamento Estudantil e o Programa de Financiamento Estudantil, referentes ao processo seletivo do primeiro semestre de 2019.


RESOLUÇÃO FNDE Nº 32, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2018

Dispõe sobre o Plano Trienal e o quantitativo de vagas dos contratos de financiamento no âmbito do Fundo de financiamento Estudantil – Fies.


Notícias

Prazo para aditamento do Novo Fies é prorrogado

Os estudantes terão até 31 de janeiro para fazer o processo no site SIFES

Mudanças no financiamento estudantil levam a diminuição no preenchimento de vagas

DF TV: em entrevista o assessor jurídico da ABMES, Bruno Coimbra, comenta sobre a baixa adesão do Fies em 2018

Políticas públicas - A porta de entrada para o Ensino Superior

Pesquisas realizadas pela ABMES revelam a importância de ações governamentais para que estudantes tenham acesso à formação superior

Governo firma apenas 1/4 de contratos prometidos com Fies, aponta estudo

IstoÉ: Em estudo feito pela ABMES, 2018 foi o ano do pior cenário para o Fies

Governo firma apenas 1/4 de contratos prometidos com Fies, aponta estudo

jornal de Brasília: Em coletiva, Janguiê Diniz, o presidente da ABMES, afirmou que governo tratou financiamento estudantil como um programa financeiro quando, na realidade, o Fies deve ser olhado com olhos de um programa social

Governo firma apenas 1/4 de contratos prometidos com Fies, aponta estudo

Crise econômica, corte de recursos e reestruturações feitas no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) seriam os principais problemas que afetaram a política, segundo estudo da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior

Setor de ensino superior lista propostas para resgatar Fies em governo Bolsonaro

Entidade sugere que governo federal volte a financiar 100% do curso; instituições dariam descontos de até 30% e amortização começaria no início do contrato

Governo firma apenas 1/4 de contratos prometidos com Fies, aponta estudo

Folha Vitória: Relatório feito pela ABMES mostra que nem 100 mil vagas na modalidade governamental do Fies, foram preenchidas

Novas regras dificultam acesso ao Fies

O Sul: O acesso às faculdades privadas por meio do Fies está mais difícil desde a adoção de novas regras pelo programa, diz o levantamento feita pela ABMES

Governo firma apenas 1/4 de contratos prometidos com Fies, aponta estudo

Folha de Londrina: em levantamento feito pela ABMES, só um quarto dos contratos de financiamento estudantil prometidos pelo governo federal foram firmados

Número de contratos do Fies na Bahia cai pela metade em um ano

Bahia Notícias: Um levantamento feito pela ABMES concluiu que o acesso às instituições de ensino superior privadas através do Fies se tornou mais difícil

Governo atinge só 1/4 de contratos prometidos com Fies

Porvir: Levantamento feito pela ABMES mostra que corte de recursos e reestruturações fez com que apenas parte dos contratos do Fies prometidos pelo governo federal foram firmados

Fies pode ter taxa durante curso, volta do financiamento integral e descontos

DCI: ABMES formula sugestões para 'resgatar' programa após 'fracasso' em 2018, para ABMES, futuros presidente e ministro da Economia devem ser sensíveis ao tema

Fies termina ano com o menor número de novos contratos desde 2010

Brasil Escola: ABMES critica a nova modalidade, o P-Fies, que teve menos de 2% das vagas preenchidas

Setor de ensino superior lista propostas para resgatar Fies em governo Bolsonaro

UOL: O diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas, afirma que no segundo semestre, apenas 256 dos 120 mil contratos analisados pelas instituições financeiras foram assinados

Acesso ao Fies ficou mais difícil, dizem faculdades privadas

Money Times: O diretor presidente da ABMES, Janguiê Diniz, informou que se encontrará na primeira quinzena de dezembro com o presidente eleito Jair Bolsonaro para debater novas propostas para o Fies

Acesso ao Fies ficou mais difícil, dizem faculdades privadas

UOL: Segundo o diretor presidente da ABMES, Janguiê Diniz, o acesso às faculdades particulares por meio do Fies está mais difícil

Acesso ao Fies ficou mais difícil, dizem faculdades privadas

O Hoje: Em coletiva, o diretor presidente da ABMES, Janguiê Diniz, deu a sua opinião sobre o fracasso do Fies

Setor de ensino superior lista propostas para resgatar Fies em governo Bolsonaro

Reuters: O diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas,afirmou que o segundo semestre, apenas 256 dos 120 mil contratos analisados pelas instituições financeiras foram assinados

Setor de ensino superior lista propostas para resgatar Fies em governo Bolsonaro

Extra: Para do diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas, essas mudanças desvirtuaram o propósito social do Fies

Governo firma apenas 1/4 de contratos prometidos com Fies, aponta estudo

UOL: O diretor presidente da ABMES, Janguiê Diniz, afirmou que a proposta da entidade para melhorar o programa prevê que o governo ofereça 100% de financiamento

Acesso ao Fies ficou mais difícil, dizem faculdades privadas

Exame: Para o diretor presidente da ABMES, Janguiê Diniz, o desempenho do Fies em 2018 foi um fracasso

Faculdades dizem que governo não usou fundo para cobrir rombo do Fies

G1: O diretor presidente da ABMES, Janguiê Diniz, revela que as propostas para as novas regras do Fies serão apresentadas ao presidente eleito Jair Bolsonaro

Acesso ao Fies ficou mais difícil, dizem faculdades privadas

Agência Brasil: Em coletiva, Janguiê Diniz, diretor presidente da ABMES, informa que irá debater novas propostas para o Fies com o presidente eleito

Setor de ensino superior lista propostas para resgatar Fies em governo Bolsonaro

Reuters: Janguiê Diniz, diretor presidente da ABMES, destaca que o governo federal deveria voltar a financiar 100 por cento do valor do curso, e não 50 por cento como ocorre atualmente

Governo atinge só 1/4 de contratos prometidos com Fies

Estadão: Em coletiva , o diretor presidente da ABMES, Janguiê Diniz, comenta sobre a proposta da entidade para melhorar o Fies