Detalhe

Pesquisa ABMES: Sonho adiado

26/04/2017 | Por: Gazeta de Alagoas | 568
Freepik

Pesquisa feita com estudantes que terminaram o ensino médio mostra que 70% deles não ingressaram em uma faculdade por não ter condições de pagar. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) e da Educa Insigths, 23% desistiram por não conseguir uma vaga em universidade pública. Entre os egressos do ensino médio, 52% ainda esperam conseguir entrar para a universidade (62% em até dois anos).

Apesar dos avanços no ensino fundamental e médio nas últimas décadas, apenas 15% dos jovens em idade universitária estão cursando o ensino superior no País, contra 21% na Argentina, 65% nos EUA e 70% na Suécia. Com esse índice, o Brasil está em último entre os países avaliados pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) na proporção de pessoas entre 25 e 34 anos com ensino superior completo. Coreia, Japão, Canadá, Luxemburgo e Irlanda aparecem no topo do ranking.

Diferentemente do que ocorreu nas Américas espanhola e inglesa, que tiveram acesso ao ensino superior anda no período colonial, o Brasil teve que esperar o final do século XIX para ver surgir as primeiras instituições culturais e científicas desse nível, a partir da vinda da Família Imperial ao País. Já a primeira universidade surgiu somente em 1912.

Durante muito tempo, o ensino superior se manteve elitista. Sempre foi muito difícil para estudantes pobres entrarem numa universidade pública ou bancar uma instituição privada. Nas camadas de menor renda há um importante efeito cumulativo devido ao atraso e à evasão escolar, que se inicia no ensino fundamental.

Nos últimos anos, entretanto, a participação dos mais pobres no ensino superior público do Brasil cresceu quatro vezes entre 2004 e 2013. Isso ocorreu devido ao aumento do número de vagas no ensino superior, à melhoria de renda dos trabalhadores e a programas governamentais como o Prouni e o Fies. 

Entretanto, ainda estamos muito longe de atingir um índice compatível com as necessidades do País, e a política de ajuste fiscal do atual governo vem infligindo à educação grandes sacrifícios. Se quiser atingir um desenvolvimento sustentável, porém, o Brasil precisa investir pesado nessa área, desde a fase elementar até os mais altos níveis de ensino.


Conteúdo Relacionado

Notícias

Pesquisa ABMES: 70% dos brasileiros que entram em uma faculdade particular são obrigados a abandonar os estudos: o motivo é a falta de dinheiro

Matéria produzida pela GloboNews aborda pesquisa promovida pela ABMES em parceria com Educa Insigths

Pesquisa ABMES: A questão financeira é o principal fator na hora de escolher a universidade

Pesquisa realizada pela ABMES em parceria com a Educa Insigths foi tema do Minuto Futura

Pesquisa ABMES: Levantamento revela que 70% dos jovens estão fora da faculdade por falta de dinheiro

Matéria veiculada no SBT Brasil cita que apenas 18% dos jovens brasileiros em idade universitária estão matriculados em cursos superiores

Pesquisa ABMES: Principais entraves para o acesso à Educação Superior ainda são aspectos financeiros

Estudo "Processo Decisório no Acesso à Educação Superior" revelou que, sem ingressar nas instituições públicas ou conseguir financiamento estudantil, jovens adiam o sonho da faculdade

Pesquisa ABMES: 8% dos jovens dizem que entrar na faculdade é importante

Portal de notícias G1 cita estudo realizado pela ABMES. Durante pesquisa, foram ouvidos 1,2 mil pais e alunos em quatro capitais

Pesquisa ABMES: Fator financeiro ainda é a principal barreira para o acesso ao Ensino Superior

Sem conseguir ingressar nas instituições públicas; ter acesso ao financiamento estudantil ou emprego para arcar com a mensalidade, pais e alunos adiam sonho da faculdade