Detalhe

Instituto Êxito de Empreendedorismo é fundado visando ajudar jovens de escolas públicas

27/05/2019 | Por: Instituto Êxito | 1830
Foto: divulgação
Empreender no Brasil não é uma tarefa fácil, sobretudo para aqueles que não tiveram muitas oportunidades de angariar conhecimento e de conseguir os recursos necessários para criar e impulsionar o empreendimento e poder, assim, gerar riqueza, renda e empregos. É exatamente por conhecer tão bem esses desafios que um grupo de 34 empreendedores de sucesso se uniram para fundar o Instituto Latino-Americano de Empreendedorismo, Inovação e Desenvolvimento Sustentável (Instituto Êxito), com sede em São Paulo. Além dos fundadores, a entidade já possui atualmente mais de 150 associados e teve seu lançamento oficial realizado no dia 22 de maio. 
 
À frente da iniciativa estão nomes de peso do empreendedorismo nacional como Alfredo Soares (presidente da VTEX); Antônio Carbonari Netto (fundador da Anhanguera Educacional); Celso Niskier (presidente da ABMES e fundador e presidente do Centro Universitário Unicarioca); Cândido Pinheiro de Lima (vice-presidente do Hapvida); Eduardo Alcalay (presidente do Bank Of America/ Merrill Lynch); Fábio Coelho (presidente do Google Brasil); Fernando Seabra (diretor da Fiesp); Gustavo Caetano (presidente da Samba Tech); Geraldo Rufino (fundador e presidente da JR Diesel); Gabriel Mário Rodrigues (fundador da Universidade Anhembi Morumbi); João Kepler (fundador e presidente do Fundo de Investimentos Bossa Nova); João Appolinário (fundador e presidente da Polishop); Janguiê Diniz (fundador e controlador do Grupo Ser Educacional); José Olympio (presidente do Banco Credit Suisse no Brasil); Mário Spaniol (fundador e presidente da Carmen Steffens); Rafael Furlanetti (diretor da XP Investimentos); dentre outros. 
 
O Instituto oferece programas de desenvolvimento pessoal e profissional para um público que deseja empreender. O objetivo primacial do Êxito é despertar o empreendedor que existe dentro de cada jovem, com atenção, sobretudo, para os jovens carentes e estudantes de instituições de ensino públicas, de nível médio (escolas públicas) e universitário.
 
“O Brasil precisa de empreendedores que acreditem no potencial das pessoas, sobretudo, no dos jovens. Este projeto pretende não somente estimular o empreendedorismo por meio de diversos programas, mas também aliar ideias inovadoras para a manutenção e o fortalecimento desse segmento no Brasil. Conheço bem as dificuldades para iniciar um empreendimento, principalmente quando se vive em regiões mais carentes, onde a falta de oportunidade e de conhecimento se transformam em grandes obstáculos. O início da minha trajetória de vida não foi fácil, pois venho de uma família de origem humilde e sempre estudei em escolas públicas, mas, graças à educação, à resiliência e ao empreendedorismo, consegui conquistar várias coisas em minha vida. Hoje, quero contribuir e ajudar, principalmente, os jovens que enfrentam situações semelhantes às minhas quando iniciei”, destaca Janguiê Diniz, eleito o primeiro presidente do Instituto.
 
Em uma entrevista exclusiva, Diniz fala de como surgiu a ideia para colocar em prática um projeto tão importante como o do Instituto Êxito de Empreendedorismo, sobre como vai funcionar e quais são os planos de ação do Instituto.
 
O conceito do Instituto Êxito de Empreendedorismo é muito interessante, afinal, ele vai auxiliar empreendedores que precisam de algum tipo de suporte, sobretudo os estudantes da rede pública. Mas, a partir de que surgiu o desejo de criá-lo?
Sou um inquieto por natureza. Em todas as palestras que faço pelo País, vejo a curiosidade e a vontade de milhares de pessoas em empreender. Entretanto, é comum a todas elas a dificuldade em iniciar, em ser acompanhado e quais os caminhos seguir para prosperar. Foi pensando nisso que, em diversas reuniões com empreendedores amigos, percebi que o papel que nos cabe enquanto empreendedores é usarmos nossa experiência para mostrar que todos têm o potencial necessário não apenas para “aprender a pescar”, mas também para produzir a própria vara de pesca e transformar o resultado dessa “pescaria” numa iniciativa capaz de gerar trabalhabilidade, riquezas, renda e empregos, modificando para melhor a realidade que nos cerca. É esse o princípio fundamental do Instituto Êxito, incentivar e apoiar o empreendedorismo nos jovens carentes, a livre iniciativa e a ética nos negócios. 
 
Quem poderá contar com a ajuda do Instituto Êxito? 
Investiremos no desenvolvimento pessoal e profissional dos indivíduos, sobretudo dos jovens de nível médio e universitário das instituições públicas de ensino que estejam interessados em se qualificar e aprender, fornecendo as ferramentas para que cada um desperte o “dom” de empreender que existe dentro de si. O programa de participação engloba cinco categorias. A primeira categoria é para todos aqueles jovens, especialmente de escolas públicas, que querem criar empresas e buscam uma forma de despertar seu próprio potencial para colocar suas ideias em prática. A segunda categoria engloba aqueles jovens que não pretendem criar empresas, mas que pretendem ser empreendedores em suas atividades como profissionais liberais, autônomos, etc. e precisam de qualificação. A terceira categoria reúne aqueles jovens que não pretendem criar empresas com fins lucrativos, mas, instituições sem fins lucrativos, Oscips ou ONGs, para gerar bem-estar social, procurando buscar soluções para os diversos problemas sociais, ambientais, étnicos, culturais, etc. A quarta categoria compreende aqueles jovens que não pretendem criar empresas, mas que pretendem atuar empreendedoramente, visando criar novos produtos, serviços, tecnologias, estratégias e negócios, na qualidade de empregado ou prestador de serviços da companhia em que trabalha ou presta serviços, ou seja, que pretende ser empreendedor internamente, ou intraempreendedor. E a quinta categoria reúne todos os que já se consolidaram, ou que começaram a se consolidar em suas profissões ou em seus empreendimentos, mas que necessitam se reciclar, se aperfeiçoar e renovar seus conhecimentos, estratégias e ideias.
 
Você destacou que muitas das ações terão o olhar voltado para os estudantes de escolas públicas. Como vai funcionar esse lado, especificamente?
Desde o início, nós queríamos contribuir para que os jovens estudantes, sobretudo os de instituições de ensino públicas, pudessem desenvolver as habilidades e competências necessárias para ser um empreendedor de sucesso. Por ter minha vida profissional, quase toda, voltada para a educação e, também, por ter estudado sempre em escolas públicas, eu sei que os desafios são muitos. Desta forma, pensamos em criar uma rede de apoio aos alunos das instituições de ensino públicas, envolvendo diretamente os professores, diretores, líderes de classes e os próprios estudantes, visando despertar em todos o empreendedor que existe neles.
 
Em que consiste o plano de atuação do Instituto? Quais serão as atividades realizadas?
O Instituto atuará em âmbito nacional e, posteriormente, internacional, com a realização de congressos, seminários, palestras, debates, conferências, workshops, oficinas, reuniões, estudos, fóruns, hackathons, mentorias de grandes empreendedores, além da oferta de uma grande plataforma de cursos on-line gratuitos com foco no empreendedorismo, uma metodologia de ensino atrelada à gamificação, que incluirá, inclusive, torneios, e muitas outras ações direcionadas aos jovens carentes.
 
O Instituto também preza pelo lado filantrópico e traz um formato diferente de atuação. Explica como isso vai funcionar.
O Instituto é uma associação civil, sem fins lucrativos, apartidária, apolítica, com ações de cunho eminentemente social e filantrópico. Como disse, ele oferecerá centenas de cursos on-line, palestras e programas de estudos, voltados para o empreendedorismo e para o desenvolvimento pessoal e profissional dos jovens das instituições públicas, não só do Brasil, mas também de países da América Latina, todos gratuitos, objetivando fomentar um movimento nacional chamado de cidadão empreendedor, no qual todo participante de qualquer curso, seminário ou qualquer atividade gratuita do Instituto terá de oferecer uma contrapartida social visando formar uma grande corrente de solidariedade e sustentabilidade social e humanitária chamada de “Êxito Social”. Assim, o potencial empreendedor que for beneficiário de um módulo de um curso, ou de um curso, oferecido pelo Instituto só poderá ter acesso ao segundo se comprovar que efetuou determinada atividade de forma voluntária, como, por exemplo, o desenvolvimento de projetos sociais, ambientais, culturais e educacionais que estarão listados no site e que serão objetos de fiscalização e certificação.
 
Quais são os principais projetos que o Instituto contempla? 
Além das centenas de cursos on-line voltados para o empreendedorismo e para o desenvolvimento pessoal e profissional dos jovens, o Instituto ainda criará um Fundo de Investimento para contribuir com ideias e startups de empreendedores que se beneficiarem com qualquer atividade do Instituto, cujos recursos serão captados junto aos sócios fundadores e contribuintes. Será criada, também, uma Aceleradora de Startups, que funcionará como uma incubadora para os empreendimentos dos jovens beneficiados pelo Instituto; a Biblioteca do Empreendedor, que reunirá uma série de livros de grandes empreendedores brasileiros e da América Latina, com o selo do Instituto Êxito; a Revista Empreenda com Êxito, para disseminar a cultura empreendedora; o Game Trilha do Empreendedor, que vai conduzir os jovens empreendedores sobre como empreender com sucesso. Esse game terá pílulas de aprendizagem e um torneio nacional de empreendedorismo usando o game digital; o “Seminário Mensal  sobre Empreendedorismo com os Mestres Empreendedores, intitulado Facing the Giants”, que funcionará com palestras de grandes empreendedores e que terá transmissão aberta para todas as pessoas por meio da TV Êxito on-line; o Pitch Êxito Empreendedor, que consistirá em uma apresentação rápida, por vídeo, do potencial empreendedor falando do seu projeto ou do empreendimento já em andamento e indicando qual mestre gostaria de ter como mentor; o microcrédito do empreendedorismo com juros sociais; vídeos inspiracionais do projeto Gente que Faz que trará a história dos mestres empreendedores; além de outras iniciativas que podem ser conferidas no site www.institutoexito.com.br
 
Quais são os primeiros cursos oferecidos pelo Instituto? 
O Instituto desenvolverá uma ampla plataforma de cursos on-line com o objetivo de ajudar os potenciais empreendedores de instituições de ensino públicas a adquirirem habilidades e competências para se desenvolverem pessoal, profissionalmente e empreendedoramente. Os primeiros cursos serão: 1) Empreendedorismo com Êxito – Curso Básico de Desenvolvimento das Habilidades para Empreender no Século XXI, de autoria de boa parte dos nossos fundadores; 2) Passos para o Sucesso – Curso online sobre desenvolvimento pessoal e profissional, composto por nove módulos, de minha autoria; 3) A Arte de Empreender – Manual para Empreender e para Gerir Empresas de Sucesso – curso on-line sobre empreendedorismo, composto por 27 módulos, também de minha autoria; entre outros.
 
Existirá também o Prêmio Êxito Latino-Americano do Empreendedorismo. Como vai funcionar esse prêmio?
O Prêmio Êxito Latino-Americano do Empreendedorismo será uma espécie de reconhecimento das pessoas que geram riqueza, renda e empregos para as nações, que são os empreendedores. A premiação oferece uma significativa contribuição ao fomento do espírito empreendedor no Brasil e na América latina e nasce em reconhecimento ao impacto cada vez maior que os empreendedores exercem na economia de uma nação. O Instituto Êxito está convidando uma galeria de grandes empreendedores para formar a “Academia do Empreendedor” do Instituto Êxito. Assim, como a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood elege os indicados ao Oscar, a Academia do Empreendedor irá eleger os nomes que disputarão o prêmio, e, ao final, escolherá o vencedor. A premiação será anual, durante o Fórum Latino-Americano de Empreendedorismo, Criatividade, Inovação e Gestão, realizado pelo Instituto Êxito.
 
Você lançou o Instituto com o apoio de grandes empreendedores. O que todos esperam com a criação dele? 
O sucesso de qualquer empreendimento, seja ele com fins lucrativos, como as empresas em geral, ou sem fins lucrativos, como os empreendimentos eminentemente sociais, voltados para contribuir de forma positiva para a sociedade e ajudar a coletividade, como os institutos sem fins lucrativos, ONGs e Oscips, requer um time arrojado e disposto a lutar pelos mesmos ideais. Todos os sócios-fundadores e contribuintes do Instituto Êxito são pessoas que escreveram seus nomes na história do empreendedorismo no Brasil e no mundo e, por conhecerem tão bem os desafios e os benefícios de um empreendedorismo ético, é que estão dispostos a ajudar toda uma geração de jovens latino-americanos a extrair deles o “dom de empreender” adormecido em todos eles, pois todos nascem com este dom, uns com menos, outros com mais, entretanto, se o sujeito for estimulado, pode desenvolver o dom de empreender e com isso fomentar o empreendedorismo latino-americano almejando gerar trabalhabilidade, riqueza, renda e empregos para o país, ajudando a desenvolver a nossa nação e as nações latino-americanas. Eu, particularmente, tenho um grande propósito de vida - até o fim da minha existência terrena, que espero seja após os noventa anos, uma boa parte do meu tempo eu irei dedicar aos trabalhos do Instituto, no afã de ajudar milhares de jovens a descobrirem que a educação, o trabalho, a resiliência e o empreendedorismo podem mudar para melhor vidas, histórias e destinos. Assim como mudaram a minha vida, podem mudar as vidas de todos eles. 
 
Eu vi que vão ter mentorias. Como os jovens carentes podem ser orientados pelos empreendedores associados ao Instituto?
É simples. Nosso site contará com um recurso de envio de vídeos (Pitch Êxito). O jovem gravará um vídeo contando seu sonho, de preferência detalhado, mostrando, de maneira clara e objetiva, qual é o seu grande sonho no empreendedorismo e qual empreendedor associado ao Instituto ele deseja ter como mentor. Será o “The Voice” do Empreendedorismo. O sócio empreendedor escolhido avaliará se aquele jovem tocou o seu coração e se merece ser orientado por ele. Em caso de recusa, outros empreendedores associados ao Instituto poderão se sensibilizar e acolher aquele jovem sonhador como seu orientando.
 
Quem estiver interessado em participar do Instituto, como faz para se integrar?
Existem duas categorias de pessoas que podem participar do Instituto. A primeira delas é como sócio. O sócio não precisa necessariamente ter criado empresas. Qualquer profissional, dentre eles, professores, médicos, engenheiros, profissionais liberais, funcionários públicos, etc., que tenha algo a contribuir com a sociedade, e no caso com os jovens de instituições de ensino públicas, pode colaborar com as ações desempenhadas pelo Instituto, fazendo parte do time de sócios da instituição. É que empreendedorismo não é apenas um conceito econômico, não consiste apenas em criar empresas. Empreendedorismo é um estado de espírito e consiste em criar coisas de forma criativa e inovadora com o intuito de gerar utilidade e benefícios para o bem comum e para a coletividade. Neste caso, para se associar, basta acessar o site do Instituto, preencher o formulário e sua iniciativa será analisada pela diretoria do Êxito. Já os jovens que desejam empreender ou se qualificar e pretendem se beneficiar das atividades do Instituto devem acessar o site, ver qual atividade lhe interessa, preencher o formulário e aguardar a efetivação da inscrição.

Conteúdo Relacionado

Notícias

Summit Êxito reunirá grandes nomes do empreendedorismo e inovação em São Paulo/SP

Associados ABMES possuem 10% de desconto no valor total de inscrição. Código deve ser solicitado por e-mail

"Educação é a base do empreendedorismo", diz criador do Instituto Êxito

Correio Braziliense: Em entrevista, o vice presidente da ABMES, Janguiê Diniz, comenta sobre os projetos que o instituto empreende

ABMES e Instituto Êxito assinam parceria para cooperação em empreendedorismo

Termo de Cooperação entre as entidades, que foi assinado durante evento oficial de lançamento da iniciativa, é o primeiro convênio do Instituto

ABMES apoia instituto criado para incentivar o empreendedorismo no Brasil

Criado por 34 empreendedores, Instituto Êxito será lançado oficialmente no dia 22 de maio, em São Paulo/SP