Detalhe

Recorde negativo: número de inscritos no Enem é o menor desde 2008

16/07/2021 | Por: Veja | 766
Foto: Reprodução/ Veja

As inscrições para o Enem terminaram na quarta-feira, 14, com somente 4 milhões de inscritos. Alunos que faltaram na prova em 2020 não tiveram isenção da taxa de R$ 85, tema que virou briga na Justiça.

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acabaram nesta quarta-feira, 14, com recorde negativo de participantes.

Se inscreveram para a edição deste ano somente 4 milhões de alunos, segundo os dados consolidados divulgados hoje pelo Inep, autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC) e que organiza a prova.

A prova havia tido mais de 5 milhões de inscritos nos últimos anos. Em 2020, foram 5,9 milhões de alunos oficialmente inscritos, embora a abstenção tenha sido recorde diante da pandemia, acima de 50% em algumas datas do exame.

Com as inscrições agora já fechadas, 2021 terá o menor número de candidatos inscritos em 13 anos. Desde que o Enem foi reformulado para se tornar um vestibular nacional e com acesso às universidades públicas, em 2009, o número de inscritos não havia sido tão baixo.

Uma das principais polêmicas envolvendo as inscrições para a prova foi a decisão do MEC, do ministro Milton Ribeiro, de não conceder isenção da taxa de inscrição aos alunos faltosos em 2020.

O valor da inscrição no Enem é de 85 reais, e a isenção dessa taxa pode ser solicitada por alunos de escolas públicas ou de baixa renda.

No entanto, quem ganhou isenção no ano anterior mas faltou à prova não teve direito de obter a gratuidade novamente.

A regra já estava em vigor nos anos anteriores, mas diante da excepcionalidade do ano de pandemia, a Defensoria Pública abriu ação na Justiça contra o governo, pedindo a manutenção da isenção.

Os alunos deveriam ser punidos?
Em 2020, o Enem contou com graves problemas de organização: alunos chegaram a ficar para fora das salas, que não tinham capacidade para recebê-los em meio ao distanciamento demandado, e assim, não puderam fazer o exame.

Alunos que foram diagnosticados ou estavam com suspeita de covid-19 também não puderam comparecer para garantir a segurança dos demais candidatos, o que ampliou o número de faltosos. Novas datas chegaram a ser marcadas caso tais situações fossem comprovadas pelos alunos, mas a "repescagem" também não atingiu a totalidade dos estudantes inscritos, e a taxa de abstenção do Enem foi recorde em 2020.

Neste cenário, o tema da isenção da taxa aos alunos mais pobres em 2021 levou o governo Bolsonaro à Justiça.

A Defensoria Pública ingressou com ação defendendo que os alunos faltosos mantivessem a possibilidade de isenção caso quisessem prestar o exame novamente neste ano. O governo saiu vitorioso e conseguiu decisão favorável para manter a cobrança.

No Congresso, o deputado Idilvan Alencar (PDT-CE) apresentou projeto de lei requisitando a isenção para estes alunos, e a Frente Parlamentar Mista de Educação também pediu ao MEC, além da isenção, a ampliação do prazo nas inscrições deste ano.

Nas redes sociais, a deputada Tabata Amaral (sem partido), que faz parte da Frente, escreveu após a divulgação do baixo número de inscritos nesta quinta-feira que "o descaso do governo federal com a educação está matando sonhos". "O MEC precisa ampliar o prazo e isentar os alunos", disse.

O período de inscrições deste ano, que durou duas semanas e começou meses mais tarde que o normal neste ano, também foi alvo de críticas. No ano passado, as inscrições chegaram a ser prorrogadas por mais uma semana diante das incertezas geradas pela pandemia.

A realização do Enem neste ano chegou ainda a ser colocada em xeque quando o MEC alegou que não havia verba para organizar o exame. Após a repercussão negativa, o governo voltou atrás. A prova está marcada para os dias 21 e 28 de novembro.

O ministro Milton Ribeiro ainda não havia comentado em suas redes sociais o baixo número de inscritos no Enem até a tarde de hoje. Em seu perfil no Twitter, Ribeiro se limitou nesta quinta-feira a uma postagem sobre a reforma do Ensino Médio e compartilhou mensagem do ministro das Comunicações, Fabio Faria, sobre a chegada de novas doses de vacina contra o coronavírus.

Desigualdade na pandemia
A preocupação é que o problema com as isenções afete com mais intensidade os alunos de escolas públicas. Nas faltas recordes em 2020, para além da pandemia, aponta-se que alunos de escola pública tenham faltado à prova por não se sentirem preparados para o exame no ano pandêmico. Pesquisa feita em junho do ano passado mostrou que metade dos jovens que planejava fazer o Enem cogitava desistir da prova, por motivos como a má preparação e desalento perante a pandemia.

Celso Niskier, presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), disse em nota que a redução nos inscritos no Enem "representa o desencanto de centenas de milhares de jovens com relação ao futuro do país" e a dificuldade que os jovens tiveram no ano pandêmico.

"O risco para o Brasil é um verdadeiro apagão da mão-de-obra no futuro, vai faltar profissional qualificado para dar conta do desenvolvimento econômico", avalia.


Conteúdo Relacionado

Legislação

EDITAL INEP Nº 28, DE 01 DE JUNHO DE 2021

Torna pública a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 impresso.


EDITAL INEP Nº 29, DE 01 DE JUNHO DE 2021

Torna pública a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 digital.


EDITAL INEP Nº 19, DE 30 DE ABRIL DE 2021

Torna público os procedimentos de justificativa de ausência na edição de 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e de solicitação de isenção da taxa de inscrição para a edição 2021.


Notícias

Quatro milhões de estudantes se inscrevem para o Enem 2021, menor número em 14 anos

O Globo: Em entrevista, o diretor presidente da ABMES, Celso Niskier, comenta sobre o número de inscritos do Enem

Ministério da Educação abandona plano de ampliação do Enem Digital

Com custo mais alto e abstenção de 70% na última edição, exame no computador não avançou

Inscrições do Enem 2021 começam em 30 de junho também para treineiros

A inscrição para fazer a prova como treineiro pode ser feita do dia 30 de junho até o dia 14 de julho

Indefinição sobre o Enem deste ano coloca planejamento das faculdades na corda bamba

Hoje em Dia: Em entrevista, o diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas, comenta sobre o ingresso de alunos no ensino superior

Faltam 15 dias para a abertura das inscrições do Enem 2021

Página do Participante estará disponível aos interessados a partir de 30 de junho. Aplicações das versões impressa e digital ocorrerão nos dias 21 e 28 de novembro

Começa período de recurso para isenção do Enem 2021

Todos os interessados em fazer a edição 2021 do exame devem realizar a inscrição, independentemente de terem adquirido a isenção ou justificado a ausência

Enem: ministro da Educação diz que não vai ter acesso prévio a provas

Ele falou em audiência pública na Câmara dos Deputados

Enem Digital vai ofertar mais de 100 mil vagas

Modalidade digital contará com atendimentos especializados

Ministro da Educação anuncia Enem 2021 em 21 e 28 de novembro

Equipe de Milton Ribeiro queria adiar exame para 2022, mas voltou atrás; inscrições abrem em 30 de junho

Como criar um bom conteúdo para o Ensino Superior a Distância

Já parou para pensar quantos setores foram impactados pela pandemia do Coronavírus? Pensando rápido, podemos mencionar a forma de trabalhar, de consumir serviços, de aproveitar o tempo livre e sem esquecer da forma de aprender

Enem 2021: prazo para candidatos pedirem isenção da taxa de inscrição termina nesta sexta

Datas de aplicação da prova ainda não foram divulgadas. Candidatos que estavam isentos na edição anterior e que não compareceram ao exame devem justificar ausência para solicitar benefício novamente

Enem 2021: prazo para candidatos pedirem isenção da taxa de inscrição termina nesta sexta

Datas de aplicação da prova ainda não foram divulgadas. Candidatos que estavam isentos na edição anterior e que não compareceram ao exame devem justificar ausência para solicitar benefício novamente.

Edital do Enem em elaboração prevê prova em novembro deste ano e proibição de 'treineiros'

Objetivo do veto é reduzir custos e aglomerações; calendário ainda não está definido, e responsável pelo Enem pediu demissão nesta quarta

Frente Parlamentar Mista cobra do MEC isenção de Enem para estudantes que não fizeram último exame

A taxa da prova só é concedida aos faltantes mediante justificativa, porém entre as opções não consta nada associado a pandemia. Prova foi realizada em janeiro, durante alta no número de casos de COVID-19

Inep capacita 166 elaboradores de itens para o Enem

Novos credenciados irão compor o Banco de Colaboradores do Banco Nacional de Itens (BC-BNI). Inep iniciará segunda turma de capacitação no dia 7 de junho

Ministro da Educação diz que Enem 2021 pode ser 'em outubro, novembro'

Despachos internos obtidos pelo G1 mostram que Inep marcou as provas para 16 e 23 de janeiro de 2022, mas Milton Ribeiro afirmou que documentos são conversas de bastidores

MEC diz não ter dinheiro para pagar Enem e bolsas de 92 mil pesquisadores

A verba destinada ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 é insuficiente para aplicar a prova a todos os participantes

Presidente do CNE volta atrás e diz que 'entendeu' que Enem 2021 seria em 2022; Inep afirma que data está em avaliação

Maria Helena Guimarães de Castro havia confirmado ao G1 que presidente da autarquia mencionou a realização da prova somente em janeiro de 2022. Inep nega que essa informação tenha sido passada durante reunião

Presidente do Inep confirma que Enem não será aplicado em 2021

Danilo Dupas informou na manhã de quinta-feira que não haverá orçamento para a realização do Enem deste ano

Deputados pedem que MEC explique notas máximas diferentes no Enem impresso e no digital

Provas com todas as respostas corretas tiveram pontuações diferentes nas duas versões do exame. Consultados pelo G1, professores explicam que não há erro porque é impossível elaborar duas provas exatamente com o mesmo nível de dificuldade

Inep nega falha na correção das redações do Enem

Segundo o Inep, as redações podem passar por até quatro correções

Alunos suspeitam de erro em nota do Enem e cobram revisão

Número de reclamações levou diretoria do Inep a pedir varredura na pontuação de todos os candidatos

Inep anuncia resultados do Enem 2020, mas candidatos enfrentam dificuldades para acessar página

Assessoria disse que problemas técnicos foram solucionados às 21h20. Estudantes ainda relatavam complicações para obter as notas depois desse horário

Gabarito da reaplicação do Enem 2020 deve ser divulgado nesta segunda-feira

Candidatos que tiveram COVID-19 na data regular, ou problemas logísticos, como as salas lotadas, puderam refazer o exame. Provas também foram aplicadas no AM e cidades de RO, que tiveram as provas suspensas por causa da pandemia

Reaplicação do Enem tem mais de 70% de abstenção

Gabaritos das provas estarão disponíveis na segunda-feira

Enem tem hoje segundo dia de reaplicação de provas

Resultados finais serão divulgados no dia 29 de março

Começa hoje a reaplicação do Enem

Reaplicação terá as mesmas regras do exame regular

Locais de reaplicação do Enem 2020 serão divulgados nesta sexta, diz Inep

Prova será em 23 e 24 de fevereiro no formato impresso para todos os candidatos, mesmo os inscritos no Enem digital.

Prazo para pedir reaplicação do Enem digital termina nesta sexta

Têm direito a refazer o exame os candidatos que tiveram problemas logísticos, como falta de luz, ou quem teve diagnóstico de Covid-19. A reaplicação será na versão impressa até para os inscritos no digital.

Inep divulga nesta sexta os resultados dos pedidos de reaplicação do Enem impresso

Estudantes com diagnósticos de Covid ou aqueles prejudicados por problemas logísticos, como salas lotadas, tiveram o direito de solicitar uma nova prova.

Coluna

Educação Superior Comentada |Avaliações e exames no contexto da situação de pandemia

O consultor jurídico da ABMES, Gustavo Fagundes, fala sobre a questão das avaliações e exames durante a pandemia da Covid-19 sob o prisma do Parecer CNE/CP nº 9/2020. Segundo o especialista, o texto repete integralmente as conclusões do texto do parecer original (Parecer CNE/CP nº 5/2020), reiterando que o Enem é de competência e atribuição exclusiva do Inep.