Detalhe

Sancionado projeto que permite renegociação de ate 99% no Fies

23/06/2022 | Por: Jornal da Globo | 1369

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto a proposta que permite a renegociação de dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A sanção foi publicada na edição desta quarta-feira (22) do "Diário Oficial da União (DOU)".

Segundo a ABMES, a lei ajuda os estudantes inadimplentes, porém, é preciso rever a forma de financiamento para evitar que a inadimplência volte a aumentar.

Confira a íntegra da reportagem:

 


Conteúdo Relacionado

Vídeos

TV Globo | Jornal da Globo - Renegociação de dívidas do Fies poderá ser feita a partir de março

Segundo o Ministério da Educação, um milhão de estudantes estão com mais de 90 dias de atraso no pagamento do Fies. Número representa uma taxa 51,7% de inadimplência — ou seja, R$ 9 bilhões em prestações não pagas.

 

TV Globo | Bom Dia Amazônia - Diante de vagas ociosas, Fies terá Orçamento 35% menor para 2022

Governo federal já prevê que parte das 111 mil vagas a serem disponibilizadas neste ano não serão preenchidas - seguindo um padrão que já vem de anos anteriores.

 

Legislação

RESOLUÇÃO FNDE Nº 51, DE 21 DE JULHO DE 2022

Dispõe sobre a renegociação de dívidas relativas à cobrança de créditos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), nos termos dos § 4º do artigo 5º-A, da Lei n.º 10.260, de 12 de julho de 2001.


EDITAL SESU Nº 79, DE 18 DE JULHO DE 2022

Torna público o cronograma e demais procedimentos relativos ao processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil - Fies. 


LEI Nº 14.375, DE 21 DE JUNHO DE 2022

Altera as Leis nºs 10.260, de 12 de julho de 2001, 10.522, de 19 de julho de 2002, e 12.087, de 11 de novembro de 2009, para estabelecer os requisitos e as condições para realização das transações resolutivas de litígio relativas à cobrança de créditos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), a Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004, para estabelecer a possibilidade de avaliação in loco na modalidade virtual das instituições de ensino superior e de seus cursos de graduação, a Lei nº 13.988, de 14 de abril de 2020, para aperfeiçoar os mecanismos de transação de dívidas, e a Lei nº 13.496, de 24 de outubro de 2017; e revoga dispositivos das Leis nºs 13.530, de 7 de dezembro de 2017, 13.682, de 19 de junho de 2018, 13.874, de 20 de setembro de 2019, e 14.024, de 9 de julho de 2020.


EDITAL SESU Nº 56, DE 31 DE MAIO DE 2022

Torna público o cronograma e demais procedimentos relativos ao processo de emissão do Termo de Participação pelas mantenedoras de instituições de ensino superior ao processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil - Fies referente ao segundo semestre de 2022.


Notícias

Renegociação de dívidas do Fies já pode ser feita em novo aplicativo

Débitos poderão ser parcelados com até 99% de desconto

Fies publica segunda chamada da lista de espera

Prazo para complementação dos dados da primeira chamada acabou na última sexta-feira e, agora, os convocados em segunda chamada têm até 22 de setembro para prestar as informações complementares

Fies: resultados do segundo semestre podem ser consultados; saiba como fazer

Inscrições podem ser complementadas até o dia 17; convocação da lista de espera começa no dia 22

Sancionada lei que permite avaliação externa virtual

Modalidade é uma inovação do Inep e agregou valor ao processo para autorização e reconhecimento de cursos. Sanção foi publicada nesta quarta (22), no DOU

Inep ultrapassa marca de mil avaliações em maio

Esta é a primeira vez que o Instituto realiza mais de mil avaliações in loco em um mês. O sucesso é fruto da implementação do modelo virtual

Câmara dá aval para desconto de até 99% na renegociação de dívidas com Fies

O texto segue para apreciação do Senado Federal e precisa ser votado até 1 de junho para não perder a validade

Brasil deve atingir meta de matrículas no ensino superior apenas em 2040

Um dos objetivos da meta 12 do Plano Nacional de Educação (PNE) é colocar 33% da população entre 18 e 24 anos no ensino superior até 2024

Meta do PNE de ter 33% dos jovens na faculdade será alcançada com 16 anos de atraso, diz estudo

O levantamento feito pela consultoria Educa Insights e a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes) foi divulgado nesta sexta (6) durante o XIV Congresso Brasileiro de Educação Superior Particular, em Florianópolis

Ensino superior privado projeta atraso de 16 anos para atingir meta de jovens nas faculdades

Plano Nacional de Educação previa 33% dos brasileiros de 18 a 24 anos na universidade até 2024; setor defende mudança no Fies, com cobrança somente após o estudante conseguir emprego

No ritmo da última década, meta do PNE para ensino superior será atingida em 2040, diz estudo

No pior cenário, país atingiria estagnação em 2033 e pode nunca conseguir ter 33% dos jovens de 18 a 24 anos na universidade