Detalhe

Cursos de graduação ajudam brasileiros a conseguirem emprego, mostra pesquisa

21/07/2022 | Por: Estado de Minas | 64

O percentual de profissionais empregados até um ano após a conclusão da graduação, no Brasil, é de 69%, segundo pesquisa da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) e da Symplicity, divulgada nesta semana. A pesquisa aponta, ainda, que o índice de formados que estão trabalhando é o mesmo tanto entre aqueles que cursaram graduação presencial quanto os que estudaram à distância (EAD). 

O curso com maior empregabilidade, segundo a pesquisa, é o de Tecnologia da Informação, em que cerca de 80% dos formados afirmaram estar trabalhando depois de um ano da graduação, e a remuneração média é de R$ 3,8 mil. 

Os investimentos em tecnologia e a continuidade das atividades no setor de construção civil impulsionaram a maior oferta de vagas na área, segundo o levantamento. "A área de informática também pode ter crescido por um impacto positivo das ferramentas criadas para dar vazão ao home office, ao novo modelo de funcionamento da sociedade", afirmou o presidente da ABMES, Celso Niskier. 

Sucedendo a área de tecnologia, as engenharias aparecem em segundo lugar com 77% dos egressos empregados. Já entre os profissionais da saúde, 72% disseram estar no mercado de trabalho, e entre os formados no curso de Direito, 53% afirmaram que estão no mercado de trabalho. Nas áreas da educação, comunicação e negócios, mais da metade dos egressos também garantiu ocupação no setor em que eles foram preparados na graduação, segundo a pesquisa. 

"A gente imagina que esse indicador poderia ser ainda maior com uma economia reaquecida. Hipótese que vamos confirmar nas próximas pesquisas anuais", disse Celso Niskier. A pesquisa ouviu duas mil pessoas que colaram grau entre julho de 2020 e junho de 2021, de 10 instituições privadas de ensino superior de todas as regiões do país.