Detalhe

Profissionais com ensino superior são mais valorizados

22/07/2022 | Por: Diário do Nordeste | 240

Ter uma formação superior é fator decisivo para quem deseja conquistar grandes oportunidades de crescimento profissional. Mesmo com tantas possibilidades de aprendizado que a internet oferece para quem quer absorver conhecimento técnico, a faculdade é um celeiro de experiências que preparam o aluno para a vida profissional. 

"A graduação proporciona a ambiência necessária para a preparação de futuros profissionais assertivos e resolutivos em suas funções, com a integração ensino-pesquisa-extensão, fundamental para a produção do conhecimento", resume o professor Paulo Henrique Palácio, coordenador do curso de Fisioterapia da Universidade de Fortaleza (Unifor).  

Além da preparação profissional, a empregabilidade de quem tem diploma de ensino superior é maior. De acordo com pesquisa da Associação Brasileira de Mantedoras de Ensino Superior (ABMES), 69% dos egressos dos cursos de graduação estão empregados após até um ano da colação de grau.  

Para a professora Carolinne Reinaldo Pontes, coordenadora do curso de Nutrição da Unifor, as experiências pedagógicas e extracurriculares que a faculdade pode proporcionar no período da graduação facilitam o ingresso no mercado de trabalho.  

"A graduação pode viabilizar a primeira experiência profissional através de práticas supervisionadas, estágios curriculares supervisionados ou estágios extracurriculares, facilitando o ingresso no mercado de trabalho após a formação, comprovando suas aptidões teóricas e práticas, certificando-se que está atualizado com as tendências e novidades na área de atuação", analisa a docente. 

ALÉM DE COMPETÊNCIAS TÉCNICAS 
Fazer uma faculdade em 2022 oferece várias possibilidades para quem está decidindo que profissão seguir, observa Paulo Henrique. 

"Entre as diversas vantagens proporcionadas pelo ensino superior estão: integração do conhecimento técnico-científico de diversos saberes com as habilidades necessárias para os futuros profissionais, networking interno e externo, múltiplas oportunidades acadêmicas locais, nacionais e até internacionais, vivências no mundo do trabalho, dentre outras". 

Para a professora Carolinne Reinaldo Pontes, o mercado de hoje é muito dinâmico e tem exigido competências comportamentais para atuar em cenários complexos, como postura de liderança, trabalho em equipe, adaptabilidade a mudanças, resolução e problemas etc. 

 "Assim, a Universidade de Fortaleza tem incorporado as competências de vida em seus currículos, com o objetivo de preparar os alunos para esse cenário. Além disso, os alunos têm o suporte do Programa de Apoio ao Sucesso do Aluno, acompanhando-se em toda a sua trilha acadêmica", reitera.