Detalhe

Correio Braziliense vence o 5º Prêmio ABMES de Jornalismo

09/08/2022 | Por: Correio Braziliense | 686

O Correio Braziliense foi o grande vencedor na categoria regional da 5ª edição do prêmio da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), com a matéria Profissões do futuro: quais são e como impactam o mercado de trabalho. A premiação ocorreu na noite desta terça-feira (9), em Brasília, no espaço de eventos Villa Rizza, em cerimônia especial que comemora os 40 anos da associação.

Assinada pela então estagiária do Correio, Laura Jovchelovitch Noleto, 20 anos, a matéria, vencedora na categoria impresso, foi publicada em 25 de outubro de 2021 no caderno Trabalho & Formação Profissional, sob a supervisão de Ana Sá. Laura concorreu com outros dois finalistas, um deles do jornal Estado de Minas, do grupo Diários Associados. Além de troféu, entregue pelo presidente da ABMES, Celso Niskier, ela recebeu R$ 10 mil em dinheiro.

“Estou muito feliz, radiante. É uma conquista muito importante. Ainda sou bem jovem e tenho certeza de que essa premiação me abrirá muitas portas. É um marco muito significativo para minha vida”, disse Laura. “Receber esse prêmio me faz refletir sobre a importância da educação. Sem ter estudado e com a ajuda dos professores incríveis que tive, não estaria aqui hoje. Mais do que nunca, tenho consciência de que o mais importante é investir sempre em educação, cultura, leitura de boa qualidade. E meus pais sempre me incentivaram a ler muito. Para viver bem a gente precisa ter uma boa educação”, completou.
Laura fez questão de registrar seu agradecimento à ABMES, aos jurados da Academia Brasileira de Letras, Correio Braziliense e à jornalista Ana Sá, editora do caderno Trabalho&Formação Profissional, e também aos professores de jornalismo Solano Nascimento, da Universidade de Brasília (UnB), e Luis Roberto Amabile, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). “Sem eles não seria possível obter essa conquista”, frisou.

Celso Niskier disse considerar a premiação uma importante iniciativa para tornar a educação o centro dos debates nacionais. “Lamentamos a educação não ter hoje o destaque que merece. Iniciativas como a matéria da Laura, de estimular novos ângulos para a educação, traz novas perspectivas de futuro. Além de trazer informações importantes, estimula debates sobre a educação e novos ângulos sobre carreiras inovadoras. Parabéns ao Correio por essa iniciativa, de fazer da educação um assunto diário. Promovendo esse debate é crucial, sobretudo no momento que vivemos momento, em que o estado de direito se encontra questionado”, disse.

Niskier destacou, ainda, o jornalismo transparente do Correio e do site Eu, Estudante. “O estudante mais bem informado se torna um cidadão melhor e facilita o trabalho dos professores. Esse site é indicado pela ABMES. Deve ser lido e também debatido em sala de aula”, disse.

O 5º Prêmio ABMES de Jornalismo selecionou neste ano 18 trabalhos, que concorreram nas categorias nacional e regional e nas modalidades vídeo, áudio e escrito. Esta edição, de acordo com os organizadores, registrou 265 inscrições e contou com a participação de representantes de todas as regiões do país. O julgamento final foi realizado pelos membros da Academia Brasileira de Letras (ABL), Arnaldo Niskier, Marcos Vilaça e Merval Pereira.

Os trabalhos escolhidos abordam temas muito diversos e pertinentes, como as mulheres na Ciência, a recuperação da aprendizagem, as profissões do futuro e sobre o desafio de voltar a crescer na educação. A justificativa da premiação da matéria de Laura foi destacada como “abordagem interessante e bem fundamentada”.


Conteúdo Relacionado

Vídeos

ABMES 40 anos | Parlamentares

A trajetória da ABMES é reconhecida pela sociedade civil e por integrantes dos poderes públicos. Conheça o que nossos parceiros do parlamento tem pra dizer a respeito da nossa associação.

ABMES 40 anos | Janguiê Diniz

Assista à mensagem do ex-presidente da ABMES Janguiê Diniz para a ocasião do 40º aniversário da instituição.

ABMES 40 anos | Édson Franco

Mensagem do fundador e ex-presidente da ABMES, Édson Franco, acerca dos 40 anos da instituição.

ABMES 40 Anos

Firmada em raíz profunda, com copa frondosa e abrangente, nossa associação chega aos 40 anos. Venha conosco participar desta colheita.

Notícias

ABMES comemora 40 anos com cerimônia que discute o futuro da educação superior

Associação lançou ainda a ABMES Plus, primeira plataforma de streaming para instituições de educação superior

Evento que discute o futuro do ensino superior no Brasil acontece em Brasília

Jornal faz entrada ao vivo para falar do evento especial de aniversário de 40 anos da ABMES

Série de reportagem Mulheres na Ciência, do O POVO+, vence prêmio nacional de Jornalismo

O especial aborda os obstáculos na educação superior brasileira para a entrada e permanência de mulheres cientistas

Prêmio ABMES de Jornalismo anuncia vencedores da 5ª edição

Entre as reportagens finalistas, houve diversidade e inovação, como mulheres na ciência, profissões do futuro que impactam no mercado de trabalho e o desafio da educação voltar a crescer

ABMES lança plataforma de streaming para instituições de educação superior

A ABMES Plus reúne materiais em múltiplos formatos com objetivo de auxiliar as IES no processo de capacitação, inovação e transformação digital

ABMES anuncia finalistas do 5ª do Prêmio ABMES de Jornalismo

Vencedores selecionados por membros da Academia Brasileira de Letras (ABL) serão conhecidos na cerimônia de aniversário de 40 anos da Associação, em 9 de agosto

Editora

ABMES 40 anos

Quarenta anos! Neste 2022 de retomada após dois anos longos e desafi adores, aqui estamos celebrando o encerramento de mais uma década de existência, e o início de outra novinha, da nossa querida e aguerrida Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES).

Além de hercúlea, construir um documento que sintetizasse tudo o que a Associação viveu, produziu e conquistou desde a sua criação, em 1982, seria uma missão fadada ao fracasso. Uma trajetória tão extensa e intensa não cabe em algumas páginas de uma publicação especial, ainda que destinada a esse fim.

Por isso, o que o leitor vai encontrar nas próximas páginas é uma síntese daquilo que é possível consolidar. Neste memorial comemorativo, tentamos manter viva a história de uma entidade que desde o princípio mostrou-se fundamental para o fortalecimento do setor particular de educação superior, mas, sobretudo, para o desenvolvimento desse nível educacional no país.