Detalhe

DreamShaper e Ânima Educação promovem primeira edição do Fórum Internacional de Educação Híbrida

13/09/2022 | Por: DreamShaper | 943

No dia 28 de setembro (quarta-feira), das 13h30 às 18h, a DreamShaper promove, em parceria com a Ânima Educação, a primeira edição do Fórum Internacional de Educação Híbrida (FIEH).

O evento acontece de forma 100% presencial na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo, na véspera do FNESP 2022, e tem o apoio da ABMES, D2L e Ecossistema Simplifica.

A ideia do 1º FIEH é reunir mantenedores, gestores e líderes de instituições de ensino superior (IES) para uma tarde de debates, palestras e apresentações que lancem luz para o ensino superior brasileiro. Temas como hibridismo, Aprendizagem Ativa e Aprendizagem Baseada em Projeto estarão em evidência. As inscrições para o evento podem ser feitas pelo site (clique aqui).

Os palestrantes confirmados para o Fórum Internacional de Educação Híbrida são:

  • Celso Niskier, reitor da UniCarioca e diretor presidente da Associação de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES);
  • José Moran, professor universitário e um dos pioneiros no estudo do ensino híbrido no Brasil;
  • Temisson dos Santos, vice-presidente Acadêmico do Grupo Tiradentes.

Doutor em Inteligência Artificial, Celso Niskier é um grande defensor da inovação dentro das IES. No Fórum Internacional de Educação Híbrida, o diretor presidente da ABMES vai explorar o conceito de quadrantes híbridos. Outro especialista a participar do evento, Temisson dos Santos vai falar sobre a curricularização da extensão no Grupo Tiradentes. O professor Moran, por sua vez, vem para discutir o panorama da educação híbrida no Ensino Superior.

A mediação do encontro será de Felipe Flesch, Country Manager da DreamShaper no Brasil. O evento inclui ainda um coffee break para convidados. O CEO da DreamShaper, João Borges, participará do encontro de forma remota.

Educação híbrida no centro do debate
A educação híbrida ganhou destaque crescente em razão da pandemia, já que as IES foram obrigadas a aderirem ao ensino a distância. Mas o potencial da modalidade já era discutido bem antes da crise sanitária. Não à toa, em 2019, o MEC (Ministério da Educação) publicou uma portaria permitindo que 40% da carga horária de cursos presenciais fossem ofertadas de maneira virtual.

De forma prática e conceitual, diversas IES promovem currículos híbridos. No entanto, ainda não há uma regulamentação específica. A expectativa do setor é que o MEC divulgue a diretriz oficial para a educação híbrida ainda em 2022. Daí a necessidade de discutir as perspectivas para a modalidade no evento promovido pela DreamShaper em parceria com a Ânima Educação.

As vagas para o 1º Fórum Internacional de Educação Híbrida são limitadas. (clique aqui)

Para não perder, anote na agenda:
28/09 (quarta-feira) – das 13h30 às 18h
Anhembi Morumbi – Vila Olímpia, São Paulo
Como chegar!