Detalhe

CE vai debater os impactos da reforma da Previdência sobre professores

30/05/2017 | Por: Agência Senado | 588
Pedro França/Agência Senado

Por solicitação das senadoras Fátima Bezerra (PT-RN) e Lídice da Mata (PSB-BA), a Comissão de Educação (CE) aprovou nesta terça-feira (30) a realização de uma audiência pública para discutir os impactos que a proposta de reforma da Previdência - ainda em análise na Câmara dos Deputados como PEC 287/2016 - poderá ter para o setor da educação e seus profissionais.

Durante a reunião Fátima voltou a qualificar a proposta de reforma previdenciária do governo federal de "precarizante" e que, em conjunto com a reforma trabalhista (PLC 38/2017), constitui "um ataque avassalador sobre a classe trabalhadora, com impactos profundos na vida também de docentes e educadores de Norte a Sul do país".

"E essas mudanças não atingem só os trabalhadores da iniciativa privada, mas também servidores públicos federais da educação, alterando significativamente a estrutura das universidades e instituições de ensino superior, os institutos de educação profissional, científica e tecnológica", reforçou.

Serão convidados para a audiência, cuja data ainda será marcada, Elenildo Santos, presidente do Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Saúde e Ambientes de Trabalho; Arthur Macedo, presidente da Associação Nacional dos Centros Universitários; Heleno Gomes, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação; Antônio Cunha, presidente da Federação Nacional das Escolas Particulares; Eblin Farage, presidente do Sindicato Nacional dos Docentes de Instituições de Ensino Superior; Eduardo Rolim, presidente da Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior; e Carina Vitral, presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE).


Conteúdo Relacionado

Vídeos

Reforma trabalhista e os reflexos para as IES (Matéria)

A Reforma Trabalhista, que entrará em vigor a partir do dia 11 de novembro em forma da Lei 13.467/17, ainda é motivo de muitas dúvidas entre os gestores de instituições de ensino superior de todo o Brasil. Prova disto foi o intenso número de questionamentos feitos no auditório e via internet - um recorde entre todas as edições -, nesta terça-feira (03/10), durante o seminário "Reforma Trabalhista e os reflexos para as IES”, organizado pela ABMES.

Notícias

Reforma trabalhista ainda gera dúvidas, mas vai melhorar segurança jurídica nas relações

Seminário realizado na ABMES reuniu especialistas e representantes do setor de educação particular

Previdência: concessões aumentam desequilíbrio entre aposentadorias dos setores público e privado

O servidor é o principal obstáculo da reforma da Previdência agora. As pressões das categorias continuam

Governo diz que vai manter isenções fiscais para filantrópicas na reforma da Previdência

Entre outras imunidades, as filantrópicas estão dispensadas de pagar 20% sobre a folha de pagamento à Previdência Social. Em 2016, a renúncia fiscal do setor ultrapassou R$ 11 bilhões