Detalhe

Faculdades privadas aceitam nota do Enem abaixo da média exigida por Fies e Prouni para matricular novos alunos

09/08/2017 | Por: G1 | 1177
Arquivo/G1

Com o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cada vez mais difundido como forma de ingresso no ensino superior, é comum que instituições particulares utilizem a nota dos alunos como pontuação do vestibular. A nota de corte exigida, no entanto, não se aproxima do padrão estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC) como referência, por exemplo, para o Programa Universidade Para Todos (Prouni) ou o Fundo de inanciamento Estudantil (Fies).

Enquanto os programas governamentais exigem um mínimo de 450 pontos para inscrição em processos como o Prouni ou Fies, todas as instituições procuradas pelo G1 exigem menos do que isso. Algumas solicitam ao menos 300 pontos, quando a nota mais baixa do Enem 2016 foi 280,2. Outras pedem apenas que o estudante não tenha zerado o Enem, uma prova que vale em torno de mil pontos.

Não existe jurisprudência do MEC ou da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) sobre o assunto: cada instituição tem a liberdade para definir a forma de ingresso dos candidatos, bem como a nota exigida de cada um.

Das sete instituições que responderam ao questionamento do G1, quatro exigem a nota mínima de 300 pontos no Enem para que o aluno participe do processo seletivo: Cruzeiro do Sul, Anhembi-Morumbi, FMU e Estácio de Sá.

No Centro Universitário São Camilo, exige-se que o candidato não tenha zerado a redação e que tenha obtino no mínimo 20 pontos na prova objetiva. Na Anhanguera, basta não ter zerado o Enem. A São Judas não informou as notas de corte para ingresso, mas ressaltou que o estudante não pode ter tirado nota zero na redação.

"O que difere do processo tradicional é que o aluno que ingressa via nota do Enem não precisa vir fazer a prova, basta preencher uma ficha de inscrição. O corte depende do índice da prova, mas normalmente o aluno que ingressa na instituição tem uma nota muito boa. Temos concursos de bolsas, e um número grande de estudantes que conseguiram vieram com boas notas no Enem", comenta a responsável pela Central de Atendimento ao Candidato da São Judas, Alyssa Scarcini.

Novas regras do Fies

O diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas, aponta as novas regras do Fies como um fator motivador para essas condições de entrada no ensino superior. "Quando o governo mudou as regras, as exigências ficaram muito restritivas. De um lado, temos o aluno que quer a vaga. Do outro, temos vagas sobrando. Os alunos não têm condições de atender a todos os requisitos", lamenta.

Questionado sobre o baixo crivo estabelecido pelas instituições, Caldas garante que isso não significa perda de qualidade no ensino. "A nota do Enem não necessariamente quer dizer que o aluno é bom ou ruim. Os estudantes mais pobres, que fazem o ensino básico em escolas públicas e têm deficiências nessa etapa, são os que vão para as faculdades particulares. Corremos o risco de penalizarmos o aluno duas vezes. Primeiro, porque ele estuda nas piores escolas. E depois ele não pode entrar no ensino superior? Talvez estejamos penalizando pessoas que não tiveram oportunidade de ingresso em escolas superiores", pondera.


Conteúdo Relacionado

Notícias

Inep adianta em um dia data de divulgação das notas do Enem

Na edição do ano passado, o Enem teve um total de 7,6 milhões de inscritos que fariam as provas pela primeira vez em dois domingos, 5 e 12 de novembro

Enem 2017: esquema para análise das redações terá 9 mil corretores

Ao todo, cerca de 29 mil pessoas estão envolvidas no trabalho que começa após a aplicação das provas. 700 pessoas vão separar e digitalizar as provas

Transferência de bolsista do ProUni exige permissão das duas instituições

É necessário também existir vaga disponível na instituição de destino pretendida

Inscrições para o ProUni terminam sexta-feira para estudantes não matriculados

No total, são oferecidas 77 mil bolsas remanescentes das 147,4 mil ofertadas na chamada regular referente ao segundo semestre deste ano

Fies tem de ser também social, avalia presidente da ABMES

Correio Braziliense: Para Janguiê Diniz, que preside a Associação, o governo erra ao tratar o financiamento estudantil só pelo aspecto financeiro

As pressões contra o novo Fies

A Medida Provisória que impõe novas regras, a partir de 2018, para o funcionamento do Fundo de Financiamento Estudantil já recebeu 278 propostas de emendas

ProUni abre seleção para 77 mil bolsas nesta segunda; veja o que fazer

Segundo o MEC, as bolsas que são ofertadas agora não foram preenchidas na seleção do segundo semestre deste ano, quando o governo disponibilizou 147.492 benefícios

Publicada nova portaria do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

A portaria mantém a responsabilidade do Inep de planejar e implementar o Enem, assim como promover a avaliação contínua do processo