Detalhe

Como ter rendimento em cursos EAD?

29/09/2022 | Por: Meon | 631

Durante a pandemia do Covid-19, houve um aumento de 428% no ensino à distância, segundo uma pesquisa da Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES). Tanto estudantes quanto professores viram muitas vantagens na modalidade remota e mesmo com a volta das atividades presenciais, preferem continuar com o EAD.

Desde então, surgiram até cursos gratuitos EAD, que expandem o acesso do ensino superior e técnico do Brasil. Com o ensino remoto, mais pessoas se sentem motivadas a buscar especializações para completar a qualificação e melhorar as oportunidades de emprego.

Porém, para manter um bom rendimento e absorver o conteúdo, é necessário ter disciplina, organização e foco para lidar com as distrações internas e externas. Continue lendo para ter um guia completo de como direcionar os seus esforços no EAD e ter o certificado de um curso proveitoso.

Benefícios do EAD
Até desenvolver a disciplina e a autonomia que o EAD exige, o estudante passará por alguns desafios, porém os benefícios superam as dificuldades. Tenha certeza que o curso é reconhecido pelo MEC para ser beneficiado com:

  • Ensino qualificado;
  • Certificado de capacitação;
  • Flexibilidade – o aluno pode montar sua agenda;
  • Comodidade – é possível estudar enquanto viaja e até na cama;
  • Menor custo – as mensalidades costumam ser mais baratas, além de economias com transporte e alimentação.

Como ter um bom desempenho no EAD?
O formato remoto exige cuidados e muita organização. Veja algumas dicas para melhorar seu rendimento!

Minimize as distrações
No ensino online, as distrações dobram por estarem no mesmo ambiente das aulas. Então, é preciso saber distinguir os momentos para não atrapalhar o foco. Portanto, checar as redes sociais e responder e-mails são ações que devem ser evitadas. Existem aplicativos que bloqueiam notificações enquanto você estuda.

Tenha um espaço adequado
Mesmo que você estude de lugares diferentes, um lugar adequado torna a experiência mais prazerosa. Por isso, o ideal é um espaço silencioso, iluminado e sem distrações visuais ou auditivas. Mantendo por perto sempre materiais como caderno, caneta e post-its.

No entanto, lugares muito aconchegantes, como o sofá ou cama, podem atrapalhar o rendimento, pois atraem o sono.

Escolha um estilo de aprendizagem
Cada pessoa aprende de um jeito diferente, diante disso, deve-se descobrir seu estilo de aprendizagem. Os principais são:

Visual – slides, documentários e gráficos;
Auditiva – podcasts, video-aulas, palestras e debates;
Cinestésica – resumos e mapa mental.

Organize-se
Muitos dos arquivos são virtuais e, assim como documentos físicos, é necessário ter organização. A dica é colocá-los em pastas e na nuvem, para não ter riscos de perder.

Tenha horário e/ou prioridades
Como foi dito anteriormente, a flexibilidade é uma das vantagens do EAD, mas isso não quer dizer que você não precisa criar uma rotina e ter obrigações. Mesmo que não seja possível estudar no mesmo horário todos os dias, tenha em mente suas prioridades e tenha certeza que tudo seja concluído no prazo.

Não deixe de perguntar
Mesmo a distância, é indicado ter contato com o tutor para eventuais dúvidas e problemas. Mesmo com a autonomia, os fóruns, chats e canais estão ao seu dispor. Não deixe que isso impeça o seu entendimento.

Aproveite a tecnologia
Mesmo que a internet e as redes sociais sejam distrações quando usadas descontroladamente, também podem ser ferramentas de apoio nos estudos. No Instagram, por exemplo, existem muitas contas com dicas de estudo e conteúdos cheios de conhecimento.

Use-os sabiamente e encontrará dicas, sites e métodos úteis para seu estudo.

Descanse
Estar em frente às telas é exaustivo e, muitas vezes, não sabemos a hora exata de parar. Logo, pequenas pausas espairecem o cérebro e, ajudam a voltar a atenção plena.

A técnica Pomodoro estimula pausas cronometradas, para que não se alonguem demais. Por exemplo, a cada 25 minutos, se permita a 5 minutos de descanso. Faça aquilo que te distraia, como mexer no celular ou brincar com o cachorro.