Detalhe

SC: matrículas na educação superior crescem acima da média nacional

26/02/2019 | Por: ABMES | 690

Santa Catarina é o estado da região Sul com o maior crescimento médio de matrículas na educação superior entre 2010 e 2017, aponta levantamento realizado pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) em parceria com a Educa Insights. Ao analisar os resultados do Censo da Educação Superior no período, o estudo constatou que a unidade da Federação cresceu, em média, 4,7% ao ano, enquanto Paraná e Rio Grande do Sul apresentaram índices de 3,4% e 2,9%, respectivamente. A média de crescimento do país no período foi de 3,8%.

A expansão é ainda mais expressiva quando são consideradas apenas as novas matrículas. Nesse cenário, o avanço médio verificado foi de 9,7% ao ano, alçando Santa Catarina, novamente, ao melhor desempenho da região. Há que se destacar que quando se leva em consideração apenas o desempenho das instituições particulares de educação superior o crescimento médio de novas matrículas sobe para 10,4% ao ano.

Outro dado que chama a atenção é o fato de as matrículas nas instituições particulares de educação superior representarem 81% do total, número superior à média nacional de 75%. Seguindo essa linha, vale registrar que a educação a distância é responsável por 42% das matrículas de graduação em Santa Catarina, ante os 25% verificados quando se analisa o país como um todo.

Perfil do estudante
Mulher (60%), com até 25 anos (44%), trabalhadora (75%), pertencente às classes C, D ou E (62%) e oriunda de escola pública (76%). Essa é a “persona” do aluno que frequenta as instituições de educação superior catarinenses. O perfil foi montado a partir das informações disponibilizadas pelo Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), ciclos de 2014, 2015 e 2016.

Embora esse seja o perfil padrão, alguns números chamam a atenção quando se analisa separadamente os estudantes de instituições públicas e particulares. Enquanto nas primeiras há maior equilíbrio de gênero (52% de mulheres e 48% de homens), nas IES privadas há grande prevalência das representantes do sexo feminino: 61%. Além disso, 56% dos alunos das instituições públicas possuem até 25 anos, 55% cursaram o ensino médio em colégios públicos e 52% pertencem às classes A e B. Nas instituições particulares esses percentuais são, respectivamente: 41%, 80% e 36%.

Acesse a íntegra da análise.


Conteúdo Relacionado

Vídeos

ABMES Regional SC aproxima ainda mais setor de educação superior e MEC

Confira como foi o primeiro evento ABMES Regional de 2019. Realizado no dia 26 de fevereiro, em parceria com a Ampesc, o encontro reuniu em Florianópolis mais de 100 instituições de Santa Catarina e região parar falar sobre temas de extrema relevância. Além de representantes do setor particular, a Seres/MEC e a Finep marcaram presença

Legislação

PORTARIA MEC Nº 330, DE 05 DE ABRIL DE 2018

Dispõe sobre a emissão de diplomas em formato digital nas instituições de ensino superior pertencentes ao sistema federal de ensino.


PORTARIA MEC Nº 1.095, DE 25 DE OUTUBRO DE 2018

Dispõe sobre a expedição e o registro de diplomas de cursos superiores de graduação no âmbito do sistema federal de ensino.


Notícias

ABMES Regional em Santa Catarina aproxima ainda mais setor de educação superior e Ministério da Educação

Realizado em Florianópolis no dia 26 de fevereiro de 2019, o evento contou com atendimentos individuais da iniciativa Seres em Ação/MEC

IES recebem atendimento individual da Seres/MEC durante ABMES Regional

24 instituições de Santa Catarina e região foram atendidas ao longo do dia pelo projeto Seres em Ação/MEC