Detalhe

Especialistas debatem como a tecnologia e a inovação podem atender aos desafios da aprendizagem pós-pandemia

18/08/2020 | Por: ABMES | 772
Foto: ABMES

As salas de aula agora estão dentro da casa dos alunos e dos professores. Essa é a realidade desde que a pandemia da Covid-19 interrompeu o contato social e as atividades presenciais de educação por todo o país. Com isso, a transformação digital chegou muito antes do esperado e acelerou o processo que, em outros momentos, levariam muitos anos para serem implementados.

Ao migrar a realização das aulas para o formato remoto, as instituições particulares de ensino superior (IES) mantiveram o calendário escolar no primeiro semestre deste ano e, aos poucos, retomam o novo ciclo ao longo deste mês. Todas elas estão amparadas pela Portaria nª 544, do Ministério da Educação (MEC), que autoriza, até 31 de dezembro, a substituição das aulas presenciais por uso de recursos tecnológicos para oferta das disciplinas, inclusive de atividades práticas e de laboratório em boa parte dos cursos.

O desafio de encontrar soluções em um momento emergencial foi superado e o passo seguinte está tanto em aprimorar os aspectos técnicos, quanto evoluir no processo de ensino-aprendizagem e na construção de conhecimento aos alunos. “A pandemia colocou luz sobre os questionamentos do modelo de ensino e de aprendizagem, a universidade como centro de pesquisa acadêmica e produção de conhecimento e como fonte de habilidades que não mais atender ao mercado de trabalho”, enumerou Juliano Costa, vice-presidente da Pearson Brasil.

Ele avalia que o modelo a ser adotado pelas IES deve atender às volatilidades do mundo atual (e do futuro) capacitando os alunos para um processo permanente de recomposição de habilidades por meio das tecnologias. “A universidade não é mais um polo seguro de futuro profissional, o modelo de hibridismo deve oferecer um ensino mais fluído porque a lógica analógica versus digital não existe mais”, comentou Costa.

Formação de empreendedores
“Em pouco tempo não vão mais falar em ensino à distância, o conceito de espaço tempo vai mudar. Também não existiram mais ex-alunos. Nunca se termina de aprender”, acrescentou Daniel Castilho. O vice-presidente da ABMES e presidente da Anima Educação ressaltou a importância de o aprendizado ser focado na formação de empreendedores. “Estamos na era do pós-emprego, em que os profissionais vão trabalhar como freelancer ou contratados por projetos. Eles precisam ser autônomos e motivados por um propósito”, afirmou em contraposição ao modelo de educação criado na Revolução Industrial, sem personalização e que os alunos “aprendiam para atender a outro alguém”.

Para Castilho há dois lados que precisam de atenção ao construir a aprendizagem após a pandemia: uma maior eficiência do “como”, com capacitação incorporação dos processos e infraestrutura tecnológica e o lado da eficiência, de “o que ensinar”, focando em conteúdo personalizado e atualizado à exigência pessoal e profissional do aluno. “O indicador que deveria ser criado para medir a eficiência é o aprendizado por hora (de ensino), afinal, o valor da universidade está em qual o impacto gerado na sociedade a partir do que se aprendeu na sala de aula”, avalia. “Não basta mais só o conteúdo técnico, é essencial o equilíbrio, as softskills”, complementou. Todo esse contexto deve estar associado aos ecossistemas locais e à criação de comunidades. “É nossa responsabilidade, como instituições, liderar a transformação local e melhorar a integração da comunidade”, conclui o vice-presidente da ABMES.

Tecnologia no presente
A prática pode ser muito mais acessível do que muitas IES imaginam. Fábio Negreiros, especialista em Soluções para Educação da Microsoft América Latina, empresa parceira da ABMES, explicou que os primeiros passos para a eficiência e eficácia do modelo híbrido pode começar agora mesmo. “A prioridade deve ser o letramento digital, a capacitação de técnicos, professores e alunos para o uso dos ambientes virtuais e da infraestrutura”, explica.

Negreiros também sugere que exista uma equipe multiplicadora liderada por um técnico educacional, a partir do treinamento junto às empresas, como a Microsoft, para disseminar e dar suporte interno nas IES. A experiência de parceria entre a empresa de tecnologia e a ABMES é um exemplo dessa trilha. Desde junho estão unidas com objetivo de promover a adoção de um currículo de Inteligência Artificial nas IES associadas, ajudando no desenvolvimento dos profissionais do mercado de trabalho atual, em rápida evolução tecnológica.

As reflexões e as análises foram feitas durante o webinar “Educação, tecnologia e inovação: os novos desafios da aprendizagem” promovido de ABMES como parte da programação do mês de aniversário de 38 anos da entidade. Evento on-line foi gratuito, coordenado pelo diretor presidente da ABMES, Celso Niskier e que, até o momento, teve mais de 2,8 mil visualizações.

Clique aqui e confira a íntegra do evento.


Conteúdo Relacionado

Vídeos

Cordel comemorativo de 38 anos da ABMES

Cordel preparado para homenagear os 38 anos de fundação da ABMES. Autor: Esechias Araújo Lima - Cronista, poeta e membro da Academia Conquistense de Letras Colaboração e narração: Edgard Larry - Presidente da Abrafi e diretor geral da Fainor Edição: Eduardo Viana - Produtor Audiovisual

Bate-papo com o Ministro da Educação, Milton Ribeiro

Confira o bate-papo inédito com o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, realizado em 28 de agosto de 2020. 

- Participação
Milton Ribeiro – Ministro da Educação
Celso Niskier – Diretor presidente da ABMES
Sólon Caldas – Diretor executivo da ABMES

Webinar | Educação, tecnologia e inovação: os novos desafios da aprendizagem

Confira a íntegra do webinar "Educação, tecnologia e inovação: os novos desafios da aprendizagem", realizado em 18 de agosto de 2020, pelo canal da ABMES no YouTube

Live musical com a banda Blitz

Confira a íntegra da live musical com a banda Blitz, realizada em 14 de agosto de 2020, em celebração aos 38 anos da ABMES! 

38 anos da ABMES!

Em 2020, a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) está celebrando 38 anos de sua fundação. São muitas lembranças de lutas e conquistas! Mesmo em tempos desafiadores, a entidade continua unida e forte em prol da educação superior particular brasileira

Notícias

MEC diz que vai oferecer cerca de 140 mil vagas remanescentes do Prouni e Fies

CNN Brasil: “No Fies, nós vamos abrir algumas vagas remanescentes agora em setembro, em torno de 50 mil", disse o ministro da Educação durante a videoconferência da ABMES

"O ensino, depois dessa pandemia, vai sofrer influência muito grande da EAD", diz novo ministro da Educação

Zero Hora: Em bate-papo promovido pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior, Milton Ribeiro afirmou que ensino remoto emergencial trouxe muitos aprendizados para a área

Faculdades pagam bolsa e seguro, mas procura cai 56% em meio à pandemia

Estadão: Entidade do segmento estima 350 mil calouros no meio do ano, ante 800 mil na mesma época de 2019; já a taxa de rematrícula supera 80%. Financiamentos e descontos ajudam a frear perda de alunos, mas há queixas de turmas cheias e falhas de atendimento online

Ministro da Educação defende ensino híbrido até retomada completa das aulas presenciais

Jota Info: Em live promovida por entidades do ensino superior, o ministro Milton Ribeiro afirmou que espera que as aulas presenciais possam ser retomadas a partir do fim do ano.

Para volta às aulas, ministro pede que avaliação dos pais seja a principal

EsBrasil: O Ministério da Educação (MEC) só pode contribuir com aconselhamentos e não tem poder decisão sobre prefeituras e governos estaduais

90 mil vagas remanescentes do Prouni e 50 mil do Fies serão abertas em setembro

Metro Jornal: As vagas não preenchidas dos programas de acesso ao ensino superior do governo federal serão reabertas em processo seletivo para setembro

Milton Ribeiro diz que MEC vai abrir 140 mil vagas remanescentes do Fies e Prouni em setembro

G1: Programas garantem acesso ao ensino superior em universidades privadas

Fies e Prouni poderão ter 140 mil vagas em setembro, diz ministro

Rádio Nacional: Milton Ribeiro, da Educação, participou de live, nesta sexta-feira

Ministro da Educação: "Brasileiros não conseguem fazer prova EaD sem colar"

Metrópoles: Milton Ribeiro disse que a educação pós-pandemia vai sofrer influência do ensino a distância, mas relatou preocupações com estudantes

Ministro diz que pais devem ser ouvidos sobre retorno das aulas

O Antagonista: Durante um evento virtual da ABMES, o ministro da Educação disse que os pais devem ser ouvidos antes de governos e prefeituras tomarem qualquer decisão sobre retorno de aulas presenciais

MEC vai oferecer 140 mil vagas remanescentes do Prouni e Fies

Agência Brasil: A seleção começa em setembro, informou Ribeiro durante participação em uma videoconferência promovida pela ABMES

Ministro da Educação afirma que muitos brasileiros não têm disciplina para fazer avaliações a distância sem 'colar'

Folha de S.Paulo: Milton Ribeiro também acredita que educação vai sofrer influência muito grande do ensino a distância após a pandemia do novo coronavírus

Milton Ribeiro anuncia oferta de 50 mil vagas no Fies e 90 mil do ProUni em setembro

Em evento da ABMES, Ministro da Educação comentou empenho em dar celeridade aos processos no Seres e a manutenção do ensino híbrido pós-pandemia da Covid-19

Para volta às aulas, ministro da Educação pede que opinião dos pais seja a mais considerada

Estadão: Milton Ribeiro invocou a ajuda de Deus para que o ensino presencial seja retomado ainda em 2020

Provas devem ser presenciais para evitar fraudes, diz ministro da Educação

Valor Econômico: Milton Ribeiro afirmou que brasileiro tem dificuldade de ter disciplina e não colar nas avaliações

MEC abre 50 mil vagas remanescentes de Fies e 90 mil de ProUni, em setembro

Valor Econômico: A informação foi dada há pouco pelo ministro do MEC, Milton, Ribeiro durante live promovida pela Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior

Não temos como uniformizar retorno às aulas, diz ministro da Educação

UOL: "Podemos contribuir com propostas, mas não temos esse poder", afirmou o ministro ao participar de um bate-papo online organizado pela ABMES

Live da ABMES contará com a participação do ministro da Educação

O evento on-line começa às 10h desta sexta-feira (28/8) e o ministro é o convidado para um bate-papo com o diretor presidente e o diretor executivo da associação

ABMES comemora aniversário com show da banda Blitz e arrecadação de bolsas digitais

Festa on-line já teve mais de 25 mil visualizações no canal do You Tube da Associação

Jornal de Brasília: ABMES comemora 38 anos com a banda Blitz e apoio à campanha para doação de bolsa digital

Live musical está marcada para próxima sexta-feira, 14 de agosto, às 20h, pelo canal da Associação no YouTube

Brasília Web: ABMES comemora 38 anos com a banda Blitz e apoio à campanha para doação de bolsa digital

Live musical está marcada para próxima sexta-feira, 14 de agosto, às 20h, pelo canal da Associação no YouTube

Live Musical com a banda Blitz na próxima sexta (14/8)

Live musical está marcada para próxima sexta-feira, 14 de agosto, às 20h, pelo canal da Associação no YouTube

Visite Brasília: ABMES comemora 38 anos com a banda Blitz e apoio à campanha para doação de bolsa digital

Live musical está marcada para próxima sexta-feira, 14 de agosto, às 20h, pelo canal da Associação no YouTube

ABMES promove live para arrecadar recursos para ONG

Dinheiro será destinado a iniciativa 'Corona no Paredão: Doe um futuro', da ONG Gerando Falcões; evento ocorre na próxima sexta, às 20h

ABMES comemora 38 anos com a banda Blitz e apoio a campanha para doação de bolsa digital

Live musical está marcada para 14 de agosto, às 20h, pelo canal da Associação no YouTube

Debate sobre criatividade e desafios da educação abre comemorações do 38º aniversário da ABMES

Bate-papo virtual entre presidentes que passaram pela Associação e o professor de criatividade Murilo Gun deu início ao calendário de celebrações