Detalhe

Responsabilidade social da educação superior particular na pandemia

29/09/2020 | Por: Correio Braziliense | 839
Foto: Reprodução/ Correio Braziliense

A responsabilidade social faz parte do cerne da constituição das instituições de ensino superior (IES). Propósito que passa pela formação integral dos futuros profissionais e pela construção de conhecimentos que promovam um mundo melhor e o bem-estar da sociedade. No contexto pandêmico que vivemos, o papel social das IES se tornou ainda mais relevante.

Enquanto muitas salas de aula ainda estão fechadas em razão da pandemia do novo coronavírus, as faculdades, centros universitários e universidades particulares têm tido participação ativa – fisicamente e on-line – no apoio e na promoção de soluções em prol das comunidades locais. Na área da saúde, mantêm a população informada sobre a prevenção e os cuidados sanitários, auxilia nas pesquisas, no diagnóstico e no monitoramento de casos da Covid-19.

Também oferecem atendimentos psicológicos, rodas de conversa e palestras relacionadas à saúde mental. Ainda no início da pandemia, uniram esforços para arrecadar e distribuir cestas de alimentos, identificaram os alunos mais necessitados, ofertaram chips de acesso à internet (ou planos subsidiados), doaram equipamentos para que eles continuassem assistindo às aulas remotas e tantas outras ações foram realizadas.

No mundo pós-pandemia, a colaboração e o suporte oferecidos pelas ações cidadãs promovidas continuarão sendo representativas para a reconstrução econômica, criando soluções viáveis e inovadoras, em especial, nas comunidades com menores condições socioeconômicas. Por isso, centenas de cursos online de capacitação tiveram acesso liberado gratuitamente. Afinal, é função do setor educacional promover a inclusão social, a transformação de vidas e apoiar o poder público onde ele é mais carente.

Atualmente, o setor privado de educação superior mobiliza mais de 6 milhões de estudantes e, com eles, um grande potencial de colaboração e transformação social. Trata-se de um compromisso que ressalta às IES a preocupação com as pessoas que compõem a comunidade acadêmica, as sociedades local e global, o meio ambiente e o mercado de trabalho, sob as perspectivas ética, econômica, cultural e política. As IES são responsáveis pela formação de cerca de 70% dos professores em todos os cantos do Brasil, profissionais que se tornaram verdadeiros heróis, garantindo com que as aulas continuassem a partir de suas casas enquanto as escolas permaneceram fechadas.

Esse envolvimento se tornará ainda mais intenso a curto prazo. Se hoje as ações voltadas para a responsabilidade social fazem parte do rol de dimensões de avaliação institucional do Ministério da Educação, a partir do final do próximo ano passa a vigorar a resolução que determina às IES direcionar 10% da carga horária total de cada curso aos projetos de extensão. Cientes da responsabilidade social intrínseca à missão de educar e motivadas pela possibilidade de formar não apenas profissionais, mas cidadãos conscientes do seu papel na construção de uma nação menos desigual, as instituições de todo o Brasil empenham cada vez mais esforços para fazer a diferença.

Setembro é tradicionalmente o mês da Responsabilidade Social para a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). A entidade promove, desde 2005, uma campanha incentivando as faculdades, centros universitários e universidades – associados ou não – a intensificarem e darem ainda mais visibilidade aos projetos sociais que promovem ao longo do ano em todo o território nacional. A partir da comprovação de suas ações, as IES recebem da ABMES o “Selo de Responsabilidade Social” atestando o compromisso com o bem-estar social da comunidade e com seu desenvolvimento sustentável.

Ao longo dos 15 anos de história, a Campanha de Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular soma mais de 16 milhões de atendimentos em diversas áreas, como atividades esportivas, de conscientização ambiental, consultoria jurídica, orientação profissional, assistência à saúde, serviços de estética, atividades culturais, oficinas pedagógicas, de informática, entre tantas outras. A cada ano, em média, 800 IES participam do chamado da ABMES e fazem com que a campanha seja consolidada como a principal atividade do setor de educação superior voltada para as comunidades nas quais as instituições estão integradas.


Conteúdo Relacionado

Vídeos

Mobilização em apoio ao projeto Mães da Favela

Celso Niskier, diretor presidente da ABMES, convida a todos a conhecerem e participarem da mobilização social do Santander Brasil e da Central Única de Favelas (CUFA) para arrecadação de recursos para a compra de cestas básicas. O objetivo é dar apoio às famílias e comunidades mais impactadas pelos efeitos econômicos da pandemia

Campanha da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular 2020

Instituições de educação superior de todo o país, associadas ou não à ABMES, já podem cadastrar seus projetos na 16ª edição da Campanha da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular

Notícias

ABMES anuncia edição especial do Concurso Silvio Tendler de Vídeos

Inscrições serão aceitas de 1º de outubro de 2020 a 8 de janeiro de 2021, por meio do Sistema Sisdia

Vencedores do Concurso Silvio Tendler são escolhidos em reunião on-line

Devido à pandemia da Covid-19, o cronograma de julgamento foi ajustado e os vencedores foram decididos em reunião realizada no dia 4 de setembro

Instituições já podem cadastrar ações na 16ª edição da Campanha da Responsabilidade Social

Em 2020, devido à pandemia da Covid-19, a ABMES incentiva que as instituições continuem realizando as ações de responsabilidade social, porém com adaptações exigidas pelo momento