Detalhe

Ensino a distância ganha destaque durante a pandemia da Covid-19

28/10/2020 | Por: Jovem Pan | 423
Reprodução Sólon Caldas, da ABMES: preferência por EAD deve continuar

O ensino a distância tem ganhado destaque durante a pandemia, mas a tendência já é antiga e foi intensificada neste ano. Em dez anos, o número de estudantes no ensino a distância aumentou quase cinco vezes, segundo o Censo da Educação Superior, divulgado pelo Inep, na última sexta-feira. De 2009 até o ano passado, o EAD teve um salto de 378,9% de matrículas de ingressantes. Nos cursos presenciais, o crescimento foi de apenas 17,8%. 

Para o diretor executivo da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), Sólon Caldas, é provável que a preferência pelo ensino a distância ganhe mais força nos próximos anos. 

Confira à matéria: 


Conteúdo Relacionado

Notícias

MEC oferece cursos para capacitação de professores online e gratuitos

Docentes serão capacitados para elaborar videoaulas e saber técnicas de ensino a distância. As aulas on-line e gratuitas são oferecidas pelo MEC, inscrições até 13 de novembro

Paulo Chanan publica análise sobre dados do Censo da Educação Superior 2019

Para explicar melhor alguns cenários apontados pelo Censo da Educação Superior 2019, Paulo Chanan, compilou e analisou alguns dados e publicou um estudo comentado.

Ensino a distância se confirma como tendência

Levantamento verifica ampliação de vagas e alunos da modalidade remota. Na rede privada, total de ingressantes por EaD é maior do que no ensino presencial

Educação a distância avança no ensino superior do Brasil

Custo mais baixo e possibilidade de conciliar trabalho e estudo puxam matrículas em curso remoto, que superam as do presencial. Pandemia acelera mudança