Detalhe

ABMES debate sustentabilidade ambiental nas IES e homenageia vencedores do Prêmio Fernando Braga

10/04/2024 | Por: ABMES | 821

A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) promoveu, nesta terça-feira (9/4), o evento híbrido “Sustentabilidade Ambiental na Educação Superior”. O tema, de grande importância no contexto atual, abrange a preservação e a gestão responsável dos recursos naturais com o objetivo de garantir que as necessidades presentes sejam atendidas sem comprometer os recursos naturais para as gerações seguintes, visando a saúde dos ecossistemas e a qualidade de vida das pessoas. 

O encontro, coordenado pelo diretor-presidente da ABMES, Celso Niskier, foi uma oportunidade de debater as políticas ambientais nas Instituições de Ensino Superior (IES) e o desenvolvimento e implementação de ações estratégicas que envolvam toda a comunidade acadêmica na pauta. Entre os participantes, estavam o coordenador do Programa A3P – Agenda Ambiental na Administração Pública, do Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA), Pablo de Ávila Saldo, o coordenador do zoológico do Centro Universitário da Amazônia (Unama), Hipócrates Chalkidis, a superintendente acadêmica do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, Josiane Maria de Freitas Tonelotto, e os professores, Márlison Santos de Sá, da Unama, e Andrei Mikhail Zaiatz Crestani, da Universidade Positivo de Curitiba. 

Prêmio Fernando Braga
Em sua primeira edição, o Prêmio Fernando Braga - Sustentabilidade Ambiental na Educação Superior premiou os três melhores trabalhos inscritos e uma personalidade de destaque na área. “Fernando Braga foi um guerreiro das causas políticas e sociais do Brasil e sempre entendeu que precisamos ter uma visão crítica, construtiva e propositiva da realidade. A melhor maneira de preservar a memória de alguém que foi tão importante para educação brasileira é criar uma iniciativa pioneira que representasse a visão de sustentabilidade e respeito ao meio ambiente que ele tinha”, argumentou Niskier. 

O prêmio, realizado em parceria com a Edux 21 Consultoria Educacional, recebeu 116 trabalhos voltados à sustentabilidade. “Para mim é um momento de muita emoção. Essa proposta surgiu há cerca de dois anos e hoje se concretiza com a realização deste seminário e da entrega do reconhecimento aos premiados”, comentou a professora Iara de Xavier, CEO da Edux 21 e companheira de Fernando Braga por 40 anos. “É um marco para a educação superior e, por que não dizer, um marco conceitual. Meio ambiente, educação verde, são mais do que uma questão educacional, são uma postura cultural e de vida”, completou. 

A vice-presidente da ABMES, Débora Guerra, comentou a iniciativa. “Cada vez mais é importante valorizarmos o trabalho de nossos docentes e alunos da iniciativa privada brasileira, por isso é mais um marco importante para a Associação. Que possamos criar outros prêmios e outras propostas que deem visibilidade aos trabalhos fantásticos que estão sendo feitos pelas instituições privadas de ensino superior pelo Brasil afora”, afirmou. 

Os vencedores foram conhecidos no último dia 4 de março. Um conjunto de ações ambientais e sociais realizado pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo conquistou o 1º lugar e recebeu uma premiação de R$ 16 mil. O 2º lugar, que recebeu o prêmio de R$ 8 mil, ficou com o Centro Universitário da Amazônia - Unidade Santarém, que apresentou o Projeto Piloto de Bombeamento de Água a partir de energia fotovoltaica na comunidade de Pinduri, também localizada em Santarém, Pará. E, completando o pódio e com a premiação de R$ 4 mil, a Universidade Positivo, do Paraná, pelo projeto Assentamentos Urbanos I: Comunidade de Remanescentes Quilombolas da Vila Esperança de Mariental, localizada na cidade de Lapa, no mesmo estado.
Talk-show

Coube ao coordenador do MMA, Pablo de Ávila, apresentar o projeto que está a frente aos representantes da IES presentes e que acompanharam o seminário online. Com 234 parceiros, a iniciativa tem apoio de várias entidades, entre elas, 30 da área de educação. A partir de seis eixos de atuação, o A3P se propõe a promover a cultura do cuidado. “Apesar de ser um projeto voltado à Administração Pública, temos como instrumento de atuação as parcerias institucionais e, pelo vejo aqui proposto pela ABMES, é natural pensarmos uma parceria entre o Ministério e a entidade no campo da sustentabilidade”, explicou.

Para o talk-show “O papel das IES na promoção da sustentabilidade ambiental” foram convidados os vencedores do Prêmio Fernando Braga, representantes da Unama, Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e Universidade Positivo de Curitiba. A mediação do bate-papo ficou por conta da vice-presidente da ABMES, Débora Guerra, e da assessora da presidência da ABMES e diretora executiva da Edux 21 Consultoria Educacional, Iara de Xavier. 

E-book E por falar em educação
Durante o evento foi anunciado o lançamento do E-book que reúne todos os podcasts E por falar em educação ocorridos em 2023. Com 17 capítulos, a publicação contempla os mais importantes e diversos assuntos tratados com especialistas no programa de áudio da ABMES. O acesso e download do e-book é gratuito e já está disponível aqui

O evento também foi transmitido pelo canal Rede ABMES, no YouTube. Confira a íntegra aqui