Detalhe

Inep inicia avaliação externa virtual in loco

29/04/2021 | Por: Ministério da Educação | 959
Foto: Freepik

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) iniciou, nesta segunda-feira, 26 de abril, a avaliação externa virtual in loco nas instituições de educação superior. Ao todo, sete instituições receberam a visita on-line das comissões de especialistas para avaliação externa, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). A nova modalidade foi instituída pela Autarquia na última quinta-feira, 22 de abril, por meio da Portaria n.º 165/2021. A meta do Instituto para a última semana de abril é realizar as primeiras 11 visitas virtuais e outras 5 mil até o final de outubro de 2021. Para o mês de maio, mais de 250 avaliações virtuais já estão confirmadas.

As avaliações on-line têm duração mínima de dois dias. Durante a visita virtual, os avaliadores analisam documentos, entrevistam representantes institucionais e docentes, além de realizar a avaliação in loco das instalações físicas da instituição, assim como dos sistemas de informática utilizados. Toda a apresentação é feita por meio de videoconferência. Nessa ocasião, apenas entrevistas e depoimentos sigilosos não podem ser registrados. Os demais procedimentos são gravados e tornados públicos para maior transparência dos processos.

Para garantir a autenticidade da visita virtual in loco, o local da inspeção deve ser compartilhado com os avaliadores por meio de ferramenta de geolocalização, simultaneamente ao envio das imagens de vídeo dos ambientes da instituição. O Instituto lembra que a avaliação externa virtual in loco não muda a metodologia da avaliação presencial, mantendo o rigor acadêmico, técnico e metodológico das análises institucionais e de cursos de graduação. Inicialmente, o novo formato não atenderá a todos os cursos, mantendo o modelo de avaliação presencial para medicina, odontologia, enfermagem e psicologia.

Regulamentação
Os procedimentos complementares à Lei dos Sinaes necessários à avaliação externa virtual in loco estão regulamentados na Portaria n.º 183/2021, publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 26 de abril. O documento trata da forma que a avaliação virtual será realizada (videoconferência), do envio e/ou apresentação de documentos para os avaliadores, da confirmação da localização da instituição, da capacitação dos avaliadores, das gravações da avaliação, entre outros procedimentos. A portaria também disponibiliza termos de responsabilidade nos anexos.

Capacitação
A Diretoria de Avaliação da Educação Superior (Daes) do Inep, por meio da Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições de Ensino Superior (CGACGIES), iniciou, no dia 13 de abril, a capacitação da primeira turma de avaliadores credenciados/capacitados nos instrumentos de avaliação de cursos e de instituições, publicados em 2017 para realizar as avaliações externas virtuais in loco, no período de 26 a 29 de abril de 2021. Até a primeira semana de maio, cerca de 800 avaliadores terão sido capacitados.

Estão previstas mais sete capacitações nessa nova modalidade de avaliação para o primeiro semestre de 2021, totalizando cerca de 8.000 avaliadores. As convocações serão realizadas conforme as demandas do fluxo avaliativo e serão ministradas a distância, por meio da plataforma Moodle, com duração de 16 horas. A habilitação para avaliar em modalidade virtual será concedida ao avaliador que completar todas as atividades disponibilizadas no curso, podendo emitir seu certificado de participação.

Guia de Boas Práticas
Para direcionar os avaliadores do Banco de Avaliadores do Sinaes (BASis) e os representantes institucionais durante as avaliações virtuais, o Inep desenvolveu o Guia de Boas Práticas de Avaliação Externa Virtual in loco. O material tem o objetivo de apresentar as principais mudanças que o novo formato de avaliação traz, os aspectos que permanecem inalterados e as boas práticas a serem adotadas durante o processo de avaliação externa virtual, de modo a otimizar as interações nesse novo contexto.

Com uma leitura fácil e didática, o guia especifica as ações direcionadas aos avaliadores e às instituições. Nos tópicos são detalhadas as alterações apresentadas pela avaliação virtual e indicadas as continuidades em relação ao modelo presencial. Os temas estão divididos em seções, referentes às etapas de trabalho: preparação para a avaliação, realização da avaliação externa virtual in loco pelas comissões, procedimentos associados e fluxos posteriores à avaliação.


Conteúdo Relacionado

Vídeos

ABMES Consultoria | Guia de Boas Práticas de Avaliação Externa Virtual In Loco

Inep divulgou o Guia de Boas Práticas de Avaliação Externa Virtual In Loco orientando avaliadores e IES sobre como proceder a partir das mudanças do novo formato de avaliações externa in loco que serão realizadas pelo instituto. O consultor jurídico da ABMES, Bruno Coimbra, comenta os pontos de destaque do documento. O formato virtual foi anunciado nesta quinta-feira (23) e tem caráter emergencial e temporário, motivado pelo contexto de pandemia da Covid-19.

Saiba mais:
https://bit.ly/3xhOEwf

Legislação

PORTARIA INEP Nº 165, DE 20 DE ABRIL DE 2021

Institui a Avaliação Externa Virtual in loco no âmbito das visitas por comissões de especialistas para avaliação externa de Instituições de Educação Superior e cursos de graduação, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), e da avaliação das Escolas de Governo.


Notícias

CTAA fica mais ágil, efetiva e transparente

Comissão Técnica de Acompanhamento da Avaliação é instância recursal da avaliação de cursos e instituições de educação superior. Reestruturação inicia em 2/8

Regulação tem impulso com avaliação virtual e cresce 292%

Comparativo entre os cinco primeiros meses do triênio 2019, 2020 e 2021 mostra avanço exponencial no número de decisões regulatórias da educação superior

Inep propõe avaliar cursos superiores remotamente

Início da avaliação virtual está previsto para o dia 26 de abril

Avaliação externa virtual é um marco na educação superior

Objetivo da proposta é aperfeiçoar o processo de avaliação da oferta da educação superior, trazendo celeridade, segurança e transparência à avaliação externa in loco

Relatório de autoavaliação deve ser enviado até quarta (31)

Instituições que não enviaram o documento referente a 2019 poderão enviar junto com o relativo a 2020. Ciclo também pode ser reprogramado pelo e-MEC

Inep recebe relatórios de autoavaliação até 31 de março

O relatório da Comissão Própria de Avaliação retrata a atuação das instituições de educação superior. O documento deve ser postado no sistema e-MEC

Inscrição para elaboradores de itens vai até domingo (21)

Seleção é para professores interessados em elaborar e revisar itens da educação superior. Docente deverá indicar para quais áreas está se candidatando

Inep e avaliadores do BASis se reúnem nesta quarta (3)

Encontro on-line com integrantes do Banco de Avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior discute retorno das avaliações externas

Avaliação in loco: prorrogado edital para docentes da educação superior

Período para inscrição no processo seletivo de docentes para compor as comissões responsáveis pela Avaliação in loco vai até dia 15 de novembro

Inep retoma visitas de avaliação in loco nas IES a partir de 15 de novembro

Cronograma e critérios foram apresentados em bate-papo on-line da ABMES

Aberto edital para avaliadores da educação superior

Inep selecionará professores responsáveis pela avaliação in loco dos cursos de graduação. As inscrições podem ser realizadas até o dia 11 de outubro

Coluna

Educação Superior Comentada | Políticas, diretrizes, legislação e normas do ensino superior

Na edição desta semana, o consultor jurídico da ABMES, Gustavo Fagundes, apresenta o calendário anual de abertura do protocolo de ingresso de processos regulatórios no sistema e-MEC para 2021

Educação Superior Comentada | A instituição da Avaliação Externa Virtual in Loco

Na coluna Educação Superior Comentada desta semana, o consultor jurídico Gustavo Fagundes comenta sobre a instituição da Avaliação Externa Virtual in loco