Detalhe

Seminário ABMES apresenta casos de sucesso e estratégias para captação e retenção de alunos

08/05/2018 | Por: ABMES | 800
Foto: Mariana Raphael

Os últimos anos têm sido de grandes mudanças para a educação superior privada no Brasil. A crise econômica, retração dos programas sociais, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), e o crescimento da Educação a Distância (EAD), têm impactado tanto estudantes quanto instituições de educação superior (IES). Para discutir o futuro do setor, a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) realizou nesta manhã (8/5) o seminário “novas formas de captação e retenção de alunos”. A iniciativa reuniu especialistas no assunto que apresentaram práticas e estratégias para o aprimoramento das IES em seus processos e planejamento mercadológico, de modo a tornar as instituições mais competitivas.

Durante a abertura, o diretor presidente da ABMES, Janguiê Diniz, observou a importância do próximo passo das instituições para que consigam se manter no mercado após um período de transição para a educação superior particular. Uma das grandes preocupações dos gestores da área educacional tem sido encontrar soluções de captação e retenção de estudantes adequadas à realidade de cada instituição. “Por isso é tão importante este momento de troca de experiências práticas sobre o tema”, destacou Diniz.

O fundador da Educa Insights, Luiz Felipe Trivelato, ressaltou a importância da produção de conteúdo de apoio para as IES. Segundo ele, o pior momento das instituições, logo após as alterações no Fies, caminha para uma nova fase que é a de readaptação e que, por isso, precisam estar atentas aos rumos futuros do mercado. “A economia tem sinalizado uma retomada, com melhoras do desemprego e do PIB, estabilização da inflação e sinalização da melhora do desempenho industrial, que refletem na educação superior privada”. Dessa forma, segundo observa, é momento de as IES entenderem onde estão as oportunidades de crescimento, como no segmento de EAD. “Temos visto as taxas de matrícula nos cursos presenciais diminuir, ao passo que temos o crescimento da educação a distância. E esta tendência não tem volta, tenho dito isso há anos”, afirmou.

Trivelato chamou a atenção, ainda, para as diferentes realidades regionais que enfrentam as IES, com obstáculos distintos, variáveis muito desiguais em relação a taxas de matrículas, preço, retenção, etc. “Para que as instituições consigam manter um crescimento sustentável, precisam buscar atender todos estudantes com diferentes níveis de poder aquisitivo. Precisamos ter diferente produtos pra diferentes públicos, mas sempre primando pela qualidade do que é ofertado”, salientou.

Com contribuições práticas enriquecedoras, a vice-presidente da ABMES, Débora Guerra, falou sobre a necessidade de se ampliar as ações e medidas de captação e retenção dos estudantes nas IES indo além do convencional praticado atualmente, abordando a importância do relacionamento, especialmente, no que diz respeito às instituições regionais. “Temos sempre de olhar para o nosso modelo de gestão e para o entorno onde estamos inseridos. A captação vai além do marketing, ela abrange o relacionamento. São necessárias medidas de proximidade de relacionamento entre empresas, escolas, prefeituras, associações, etc. Além disso, é preciso toda a comunidade acadêmica diretamente envolvida no processo de retenção e captação dos estudantes”, salientou.

Como vice-reitora do Centro Universitário Una Minas Gerais e Goiás, Débora abordou experiências importantes que ajudaram a instituição a crescer e expandir, mesmo em tempos de crise. “Temos de cuidar da nossa sala de aula, do nosso produto, pois notamos que muitos alunos chegam por indicação de alguém que já tem algum vínculo com a instituição. As formar de captação têm a ver com a retenção, pois não bastam somente as campanhas e ações promocionais para atrair novos alunos. É preciso conhecer bem este prospect, quem é este aluno e como  trabalhar na captação e retenção dele posteriormente", explicou. 

O diretor da Unicesumar, Bruno Jorge, também levou contribuições práticas ao seminário. Ele destacou a importância de as IES agirem de modo preventivo em relação à evasão de estudantes, utilizando estratégias de inteligência nas ações. Com exemplos práticos de um case da instituição, Bruno explicou como as tecnologias disponíveis ajudam a mapear as opções que podem ser utilizadas. Ele mencionou cases de quatro alunos que evadiram da instituição alegando problemas financeiros. Entretanto, após análise de uma série de variáveis envolvendo estes alunos, constatou-se que dos quatro casos, em três o aspecto financeiro não foi o principal motivo, e sim problemas acadêmicos. “Observar o comportamento do aluno pode antecipar medidas que o retenham e não deixe chegar ao estágio da evasão. As IES têm de apurar esta sensibilidade. Tudo isso é possível por meio de mecanismos de inteligência”, destacou. 

Aspectos práticos da temática foram trabalhados ainda durante o período da tarde na ABMES, durante o workshop que sucedeu o seminário. O momento foi uma importante oportunidade para os participantes explorarem questões que vivenciam no dia a dia das instituições, expor e trocarem experiências e dificuldades enfrentadas em cada realidade.  

 


Conteúdo Relacionado

Áudios

Áudio: Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos (Janguiê Diniz)

Data:11/05/2018

Descrição:

Fala do diretor presidente da ABMES, Janguiê Diniz, durante o seminário Novas formas de captação e retenção de alunos

Download

Áudio: Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos (Abertura)

Data:11/05/2018

Descrição:

Abertura do Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos

Download

Áudio: Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos (Bruno Jorge)

Data:11/05/2018

Descrição:

Apresentação de Bruno Jorge, diretor de Novos Negócios da Unicesumar, durante o Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos

Download

Áudio: Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos (Trivelato)

Data:11/05/2018

Descrição:

Apresentação de Luiz Filipe Trivelato, fundador da Educa Insights e especialista em desenvolvimento de novos negócios e planejamento estratégico, durante o Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos

Download

Áudio: Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos (Débora Guerra)

Data:11/05/2018

Descrição:

Apresentação de Débora Guerra, vice-presidente da ABMES e vice-reitora do Centro Universitário Una Minas Gerais e Goiás, durante o Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos

 

Download

Vídeos

Conheça o novo Fies

Com regras simplificadas, o novo Fies garantirá pouco mais de 300 mil vagas nas IES privadas em 2018.

Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos (Abertura - Janguiê Diniz)

Diretor presidente da ABMES, Janguiê Diniz, abre o seminário Novas formas de captação e retenção de alunos

Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos (Bruno Jorge)

Apresentação de Bruno Jorge, diretor de Novos Negócios da Unicesumar, durante o Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos

Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos (Trivelato)

Apresentação de Luiz Filipe Trivelato, fundador da Educa Insights e especialista em desenvolvimento de novos negócios e planejamento estratégico, durante o Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos

Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos (Débora Guerra)

Apresentação de Débora Guerra, vice-presidente da ABMES e vice-reitora do Centro Universitário Una Minas Gerais e Goiás, durante o Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos

Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos (debate)

Debate ocorrido em 8 de maio, durante o Seminário ABMES | Novas formas de captação e retenção de alunos

Matéria | Seminário Captação e Retenção de Alunos

Confira matéria produzida pela ABMES TV sobre Seminário Captação e Retenção de Alunos.

Legislação

PORTARIA MEC Nº 475, DE 21 DE MAIO DE 2018

Dispõe sobre a ocupação de vagas remanescentes do processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil – Fies referente ao primeiro semestre de 2018.


EDITAL SESU/MEC Nº 42, DE 21 DE MAIO DE 2018

Torna público o cronograma e demais procedimentos relativos ao processo de ocupação de vagas remanescentes do Fundo de Financiamento Estudantil - Fies referente ao primeiro semestre de 2018.


Notícias

Vagas remanescentes terão inscrições abertas na segunda, 28

As novas oportunidades serão abertas para preencher as vagas do processo anterior

Fies: candidatos que fizeram Enem a partir de 2010 podem buscar vagas remanescentes

Também é necessário ter tirado média acima de 450 pontos e pertencer a uma família com renda per capita de até 3 salários mínimos. Edital sairá na sexta-feira (25)

Faculdades do futuro: em 5 anos, modalidade de estudo online deve superar educação presencial no Brasil

Pesquisa também revela que "presencialidade" das aulas práticas praticamente extingue a resistência à EAD

Ensino a distância cresce mais que presencial, mas gera desconfiança

Terra: Segundo Niskier, a educação vem se transformando como um todo e não é possível fugir das ferramentas digitais nem mesmo no ensino presencial

Pesquisa revela que metade das crianças até 5 anos estão fora da escola em Minas Gerais

Pnad Contínua ainda mostra que praticamente 20% dos jovens com idade de 15 a 29 não conseguem nem estudar nem trabalhar

Número de contratos do Fies cai para o menor patamar em seis anos

Bom Dia Brasil: Sólon Caldas, diretor executivo da ABMES, fala sobre as alterações no Fies que dificultaram o acesso dos estudantes ao financiamento estudantil

Fies: prazo para aditamento de contratos é adiado novamente e terminará em 25 de maio

A mudança de data foi publicada no Diário Oficial da União e vale para contratos simplificados e não-simplificados

Inscrições para o Enem começam nesta segunda (7) e vão até 18 de maio

Mesmo quem teve o pedido de isenção da taxa aceito deve fazer a inscrição online, visto que a aprovação não garante a participação no Enem

Os reflexos da crise nas faculdades particulares

Correio Braziliense: "Os alunos são um público cada vez mais exigente que não aceitará pagar para não ter algo satisfatório", observa Solon Caldas.

Cortes reduzem em 80% número de alunos beneficiados pelo Fies

Correio do Estado: A redução ocorreu depois de mudanças no programa, iniciadas em 2015 e que endureceram as regras para liberação do financiamento; o cenário deve piorar

Fies: prazo para aditamento de contratos é adiado para 10 de maio

Instabilidade na página do programa justificou mudança da data. Todos os estudantes matriculados no Fies devem seguir o procedimento

Novo Fies e o impacto na captação de alunos

Queda no número de estudantes que chegam às IES por meio do programa de financiamento governamental exige que as instituições repensem suas formas de captação e retenção de discentes

ABMES participa de seminário sobre o papel das IES no desenvolvimento regional

O evento contará com a participação de parlamentares, autoridades do executivo, reitores, pesquisadores e especialistas no tema

Conheça cinco alternativas de como pagar uma faculdade sem ter dinheiro

Correio da Bahia: Segundo a última pesquisa feita pela Associação Brasileira de Mantenedora de Ensino Superior (ABMES), 81% dos jovens entrevistados pretendem cursar a Universidade dentro dos próximos três anos

Concluir o ensino superior triplica a renda, mostra IBGE

Diplomados ganharam R$ 5.110, contra R$ 1.727 daqueles com nível médio

Coluna

Educação Superior Comentada | O alcance do conceito de sede das instituições de educação superior

A Coluna Educação Superior Comentada desta semana esclarece o alcance do conceito de sede das IES. De acordo com o especialista, seja em sede de manifestações de interpretação do contexto normativo, seja em sede do marco regulatório da educação superior propriamente dito, resta adotado um conceito claro e inequívoco de sede de uma instituição de educação superior, sendo este entendido como o limite territorial do município indicado em seu ato válido de credenciamento ou recredenciamento