Detalhe

40% dos universitários conseguem pagar mensalidades por até três meses

07/05/2020 | Por: Correio Braziliense | 1390
Foto: Computer World

Na manhã desta quinta-feira (7/5), a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) e a Educa Insights divulgaram pesquisa que evidencia que 40% dos alunos de faculdades particulares disseram que conseguem pagar sem nenhum problema a mensalidade pelos próximos três meses. Outros 12% acham que conseguem manter os pagamentos em dia pelos próximos 6 meses. No entanto, 39% disseram que ainda não conseguem mensurar quanto tempo, mas acham que poderão ter problemas em algum momento.

Por conta dessa situação, Daniel Infante, diretor da Educa Insights, durante a apresentação da pesquisa na manhã desta quinta-feira (7/5), ressaltou que faculdades particulares têm que pensar as formas de pagamentos das mensalidades pelos estudantes. “A pesquisa aponta que os planos horizontais podem prejudicar quem realmente precisa de apoio e beneficiar quem não precisa. A solução para as instituições seria adotar planos individuais de pagamento”, conclui.

Aulas a distância
O levantamento também mostra que 89% dos estudantes de instituições particulares assistem a aulas on-line ao vivo ou gravadas, por conta do isolamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus. Além disso, 78% das faculdades particulares do país migraram suas atividades presenciais para aulas virtuais. A pesquisa avalia também a percepção dos alunos e o impacto que esse novo cenário está tendo em suas rotinas de estudo.

Ao analisar o percentual de alunos que estão tendo aulas exclusivamente ao vivo, o número chega a 61%. Outras 28% utilizam tanto o formato simultâneo quanto aulas gravadas. Enquanto que 11% utilizam exclusivamente o formato de aulas gravadas, que é característica tradicional da modalidade de educação a distância (EAD).

A maior parte das ferramentas utilizadas pelas instituições são plataformas de webconferência, cerca de 84% adotam esse tipo de aula virtual. Na primeira etapa do levantamento somente 44% das faculdades privadas adotavam esse estilo de aula.

A 2ª etapa  da pesquisa mostra que os outros 22% de instituições de ensino superior privado  preferiram por suspender as aulas ou o semestre.

O diretor presidente da ABMES, Celso Niskier, afirmou, durante a apresentação da pesquisa, que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) também pode interferir na entrada de novos alunos nas instituições particulares, pois muitas delas utilizam a nota do exame para o ingresso de novos estudantes, além de programas como o Programa Universidades para Todos (ProUni) e o Programa de Financiamento Estudantil (Fies). “Nós, de instituições particulares, preocupamos com os alunos da rede pública, pois muitas escolas ainda não conseguiram migrar para o EAD, e a manutenção do cronograma do Enem pode prejudicar esses alunos”, afirma.

A pesquisa foi realizada entre os dias 27 e 30 de abril, com 1.513 estudantes de instituições particulares ou que pretendem ingressar na faculdade pelo próximo ano, em todas as regiões brasileiras. A primeira etapa foi realizada no final de março.


Conteúdo Relacionado

Áudios

Áudio: Rádio CBN | Pesquisa aponta que estudantes querem continuar na universidade, mesmo com a pandemia

Data:08/05/2020

Descrição:

Matéria do jornal Noite Total da Rádio CBN traz dados da pesquisa “Coronavírus e educação superior o que pensam os alunos” e comentário do diretor presidente da ABMES, Celso Niskier, sobre os resultados

Download

Áudio: Rádio Gaúcha | Programa Faixa Especial

Data:17/05/2020

Descrição:

Entrevista com o diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas, analisa alguns dados da segunda onda da pesquisa “Coronavírus e educação superior o que pensam os alunos”, que apontou que, até o fim de abril, 78% das faculdades particulares migraram aulas para ambientes virtuais

Download

Vídeos

Seminário Virtual ABMES | Coronavírus e educação superior: 2ª onda do estudo

Confira a íntegra do Seminário Virtual ABMES, realizado no dia 5 de maio de 2020, que apresentou a segunda onda do do estudo sobre o impacto do novo coronavírus na educação superior, feito pela empresa de pesquisas educacionais Educa Insights. Coordenado por Celso Niskier, diretor presidente da ABMES, o evento contou com a participação de Daniel Infante, sócio-fundador Educa Insights, e Sólon Caldas, diretor executivo da ABMES

Seminário Virtual ABMES | Coronavírus e educação superior

Confira a íntegra do Seminário Virtual ABMES, realizado no dia 2 de abril de 2020, que apresentou dados do estudo sobre o impacto do novo coronavírus na educação superior, feito pela empresa de pesquisas educacionais Educa Insights. Coordenado por Celso Niskier, diretor presidente da ABMES, o evento contou com a participação de Daniel Infante, sócio-fundador Educa Insights, e Sólon Caldas, diretor executivo da ABMES

Notícias

Do presencial ao online no susto: por que o EaD não pode ser feito sem planejamento, mesmo na pandemia

Estadão: Em artigo elaborado por Francisco Sardo, ele comenta cobre o estudo realizado pela ABMES

Pesquisa aponta que EAD deve ser primeira opção entre universitários

R7: Queda no nível de empregos e renda justifica decisão. Retorno às aulas deve ser marcado pelo ensino híbrido nas instituições de ensino superior

ABMES: inadimplência em maio cresce 75% e ensino a distância deve superar presencial em 2022

E-Investidor: De acordo com a pesquisa realizada pela ABMES, em abril, 8% dos estudantes afirmaram que não pagaram o boleto referente ao mês e não sabiam quando iriam pagar

Brasil terá maioria de alunos em modalidade EAD em 2022

Zero Hora: Queda de emprego e renda da população em razão da pandemia de coronavírus deve acelerar em um ano essa reviravolta

Pesquisa aponta que EAD deve ser primeira opção entre universitários

R7: pesquisa divulgada pela ABMES mostra que retorno às aulas deve ser marcado pelo ensino híbrido nas instituições de ensino superior

Em 2022, curso on-line vai superar presencial

Valor Econômico: experiência na pandemia ajudará a acelerar crescimento da graduação a distância, segundo pesquisa divulgada pela ABMES

Instituições de ensino superior se preparam para receber calouros

Discussões sobre como será ensino tomam conta de universidades

Universidades planejam vestibulares de inverno em versão online

CBN: Matéria traz dados de pesquisa apresentada pela ABMES sobre os impactos da pandemia do novo coronavírus da educação superior

22% das faculdades particulares não adotaram o ensino remoto no país, diz pesquisa

Gazeta do Povo: Pesquisa, desenvolvida pela Educa Insights, foi realizada entre os dias 27 e 30 de abril, com 1.513 pessoas, em várias regiões do país

Até o fim de abril, 78% das faculdades particulares migraram aulas para ambientes virtuais

Pesquisa divulgada pela ABMES e realizada pela Educa Insights revela que 89% dos alunos que estudam em instituições particulares já assistem aulas “ao vivo” ou gravadas, em função do isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19

78% das universidades estão no ambiente virtual, aponta pesquisa

R7: De acordo com a ABMES, 89% dos estudantes das instituições particulares acompanham as aulas ao vivo. Crise financeira também impacta o setor

Na pandemia, 22% das faculdades particulares pausaram atividades e não adotaram o ensino remoto, diz pesquisa

G1: Levantamento contratado por associação do setor aponta que 40% dos alunos disseram que conseguem pagar a mensalidade pelos próximos três meses

Mesmo diante da pandemia, pessoas planejam ingressar no ensino superior

Segunda fase do estudo sobre o impacto do novo coronavírus na educação superior foi divulgada nesta terça-feira (5/5) durante seminário virtual da ABMES