Detalhe

Fies: estudantes inadimplentes podem renegociar dívidas no dia 7

02/03/2022 | Por: Agência Brasil | 1044

Cerca de 1 milhão de estudantes já podem renegociar as dívidas com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) a partir do dia 7 de março. Segundo o Ministério da Educação, o total de inadimplentes, ou seja, com mais de 90 dias de atraso no pagamento alcança 51,7% dos estudantes com financiamento e soma R$ 9 bilhões em prestações não pagas.

Para os estudantes que possuem dívidas com 90 a 360 dias de atraso, o desconto é de 12% no saldo devedor, isenção de juros e multas e parcelamento em até 150 vezes.

Para a inadimplência de mais de 360 dias, o desconto chega a 86,5% no saldo devedor. Caso o estudante seja inscrito no CadÚnico ou beneficiário do Auxílio Emergencial, o desconto será de 92%. O saldo dessa dívida poderá ser parcelado em até dez vezes.

Como negociar
O Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, agentes financeiros do Fies, são os responsáveis pela renegociação das dívidas. Para ter o nome retirado dos cadastros restritivos de crédito, os beneficiários deverão pagar o valor da entrada no ato da renegociação, correspondente à primeira parcela. 

O valor mínimo da prestação é R$ 200. A operação poderá ser realizada integralmente nos canais de atendimento disponibilizados pelos agentes financeiros.

Caixa 
Cerca de 800 mil estudantes com contrato realizado pela Caixa Econômica estão inadimplentes, com dívida média de R$ 35 mil. Esses estudantes poderão realizar a renegociação de seus contratos de forma 100% digital. O interessado pode consultar o site da Caixa para verificar se pode ou não pedir a renegociação de acordo com as regras estabelecidas.

Após confirmar o enquadramento nas regras e simular a renegociação, os interessados gerarão o boleto para pagamento da primeira parcela ou, caso optem pela quitação de uma só vez, da parcela única. 

Para mais informações, os estudantes poderão acessar o endereço www.caixa.gov.br/fies ou ligar no 0800 726 0101.

Banco do Brasil
No Banco do Brasil, mais de 500 mil estudantes poderão renegociar parcelas do Fies em atraso, de forma digital, no aplicativo do banco.

Para aderir à renegociação pelo canal mobile, basta acessar a opção Soluções de Dívidas e clicar em Renegociação Fies. Por meio da solução, o estudante poderá verificar se faz parte do público-alvo, as opções disponíveis para liquidação ou parcelamento da dívida, os descontos concedidos, assim como os valores da entrada e demais parcelas.

Além do mobile, a contratação também poderá ser realizada em qualquer agência do BB, com as mesmas condições. 

Os clientes podem obter mais informações pelo App BB, portal www.bb.com.br, WhatsApp (61-4004-0001) e Central de Atendimento BB (0800-729-0001).


Conteúdo Relacionado

Vídeos

TV Globo | Jornal da Globo - Renegociação de dívidas do Fies poderá ser feita a partir de março

Segundo o Ministério da Educação, um milhão de estudantes estão com mais de 90 dias de atraso no pagamento do Fies. Número representa uma taxa 51,7% de inadimplência — ou seja, R$ 9 bilhões em prestações não pagas.

 

TV Globo | Bom Dia Amazônia - Diante de vagas ociosas, Fies terá Orçamento 35% menor para 2022

Governo federal já prevê que parte das 111 mil vagas a serem disponibilizadas neste ano não serão preenchidas - seguindo um padrão que já vem de anos anteriores.

 

Jornal Hoje | Abertas as inscrições para o Fies 2021

O diretor executivo da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), Sólon Caldas, explica em entrevista ao Jornal Hoje, da TV Globo, os motivos da baixa adesão e da redução na oferta de vagas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) nos últimos anos. O Ministério da Educação (MEC) abriu o período de inscrições para o programa em 2021 nesta terça-feira (26).

Legislação

RESOLUÇÃO FNDE Nº 49, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2022

Dispõe sobre a renegociação de dívidas relativas à cobrança de créditos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), nos termos dos § 4º do artigo 5º-A, da Lei n.º 10.260, de 12 de julho de 2001.


MEDIDA PROVISÓRIA Nº 1.090, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2021

Estabelece os requisitos e as condições para realização das transações resolutivas de litígio relativas à cobrança de créditos do Fundo de Financiamento Estudantil - Fies e altera a Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, a Lei nº 10.522, de 19 de julho de 2002, e a Lei nº 12.087, de 11 de novembro de 2009.


Notícias

Câmara dá aval para desconto de até 99% na renegociação de dívidas com Fies

O texto segue para apreciação do Senado Federal e precisa ser votado até 1 de junho para não perder a validade

Prazo para renegociação do Fies será de 7 de março a 31 de agosto

Descontos para estudantes de baixa renda podem chegar a 92%

Diante de vagas ociosas, Fies terá Orçamento 35% menor para 2022

Diretor executivo da ABMES, Sólon Caldas, falou sobre a importância do programa em reportagem da TV Globo

Diante de vagas ociosas, Fies terá Orçamento 35% menor para 2022

Governo federal já prevê que parte das 111 mil vagas a serem disponibilizadas neste ano não serão preenchidas - seguindo um padrão que já vem de anos anteriores

Sonho do diploma vira pesadelo para jovens endividados com o Fies

Há 1,2 milhão de estudantes que entraram no programa até o 2.º semestre de 2017 e estão com dívida atrasada há mais de 90 dias

Novas regras para refinanciar Fies têm desconto de até 92%

Benefício vale para quem aderiu ao programa até 2017