Detalhe

Ministro da Educação afirma que muitos brasileiros não têm disciplina para fazer avaliações a distância sem 'colar'

28/08/2020 | Por: Folha de S.Paulo | 336
Foto: Reprodução/ Folha de S.Paulo

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse nesta sexta-feira (28) que a educação pós-pandemia vai sofrer influência do ensino á distância. No entanto, o titular do MEC defende que as avaliações sejam presenciais porque muitos brasileiros tendem a colar, quando não há fiscalização.

Ribeiro participou na manhã desta sexta-feira de evento virtual da ABMES (Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior).

"Creio que o ensino depois dessa pandemia vai sofrer uma influência muito grande da EAD, o ensino a distância. Talvez, como dizem os especialistas, tenhamos aí algo híbrido em um futuro não muito distante", disse o ministro.

Em seguida, Ribeiro afirmou que tem uma "dificuldade" com o EAD por conta da questão das avaliações a distância.

"Eu acho que esse é um assunto que a gente precisava debater [a questão da avaliação a distância]. Com todo o respeito que tenho aos brasileiros, eu sou brasileiro, mas eu não creio que todos tenham essa disciplina de fazer uma prova sozinho, em casa, com todas as condições pra poder, eventualmente, em um momento de necessidade, até burlar a questão do cuidado, colar, como diz a moçada", disse.

Milton Ribeiro então argumentou que as avaliações presenciais, para os cursos a distância, seriam uma forma de dar credibilidade para esse sistema de ensino.

Questionado sobre o retorno às aulas presenciais, o ministro disse que ainda não há resposta para essa questão nem no Brasil e nem no exterior. Ribeiro destacou que o Brasil é um país continental e por isso não há como "uniformizar" a retomada das atividades de ensino.

O ministro da Educação também afirmou que não cabe ao MEC essa decisão, mas sim aos prefeitos e governadores. O ministério poderia contribuir com propostas, mas não tem o poder de determinar essas questões.

Ribeiro ressaltou, no entanto, a elaboração de um protocolo de biossegurança pelo MEC, divulgado antes do início de sua gestão, além de um parecer do CNE (Conselho Nacional de Educação), com diretrizes e recomendações para a retomada das atividades presenciais.

"O retorno às aulas depende da avaliação do gestor regional e, sobretudo, dos pais, quando se trata de crianças", disse Ribeiro.

Ribeiro também disse esperar um retorno à normalidade, após a pandemia do novo coronavírus no máximo em 2021, mas ressaltou que falava como cidadão e não como o titular da pasta.

"Saindo da cadeira do ministro, eu não acredito que seja assim [que a situação atual se mantenha por muito tempo]. Eu acho que vamos ter condições, e aqui invoco a ajuda de Deus, que Deus nos dê uma solução, que no mais tardar início de 2021 a gente volta a uma certa normalidade", disse.

Milton Ribeiro também disse que em sua gestão não haverá lugar para radicalismos, "nem de direita e nem de esquerda".

Ao término do evento, anunciou que vai abrir em setembro 50 mil vagas remanescentes para o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) e outras 90 mil para o programa de bolsas de estudo ProUni.


Conteúdo Relacionado

Vídeos

Cordel comemorativo de 38 anos da ABMES

Cordel preparado para homenagear os 38 anos de fundação da ABMES. Autor: Esechias Araújo Lima - Cronista, poeta e membro da Academia Conquistense de Letras Colaboração e narração: Edgard Larry - Presidente da Abrafi e diretor geral da Fainor Edição: Eduardo Viana - Produtor Audiovisual

Bate-papo com o Ministro da Educação, Milton Ribeiro

Confira o bate-papo inédito com o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, realizado em 28 de agosto de 2020. 

- Participação
Milton Ribeiro – Ministro da Educação
Celso Niskier – Diretor presidente da ABMES
Sólon Caldas – Diretor executivo da ABMES

Webinar | Educação, tecnologia e inovação: os novos desafios da aprendizagem

Confira a íntegra do webinar "Educação, tecnologia e inovação: os novos desafios da aprendizagem", realizado em 18 de agosto de 2020, pelo canal da ABMES no YouTube

Live musical com a banda Blitz

Confira a íntegra da live musical com a banda Blitz, realizada em 14 de agosto de 2020, em celebração aos 38 anos da ABMES! 

38 anos da ABMES!

Em 2020, a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) está celebrando 38 anos de sua fundação. São muitas lembranças de lutas e conquistas! Mesmo em tempos desafiadores, a entidade continua unida e forte em prol da educação superior particular brasileira

Notícias

MEC diz que vai oferecer cerca de 140 mil vagas remanescentes do Prouni e Fies

CNN Brasil: “No Fies, nós vamos abrir algumas vagas remanescentes agora em setembro, em torno de 50 mil", disse o ministro da Educação durante a videoconferência da ABMES

"O ensino, depois dessa pandemia, vai sofrer influência muito grande da EAD", diz novo ministro da Educação

Zero Hora: Em bate-papo promovido pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior, Milton Ribeiro afirmou que ensino remoto emergencial trouxe muitos aprendizados para a área

Faculdades pagam bolsa e seguro, mas procura cai 56% em meio à pandemia

Estadão: Entidade do segmento estima 350 mil calouros no meio do ano, ante 800 mil na mesma época de 2019; já a taxa de rematrícula supera 80%. Financiamentos e descontos ajudam a frear perda de alunos, mas há queixas de turmas cheias e falhas de atendimento online

Ministro da Educação defende ensino híbrido até retomada completa das aulas presenciais

Jota Info: Em live promovida por entidades do ensino superior, o ministro Milton Ribeiro afirmou que espera que as aulas presenciais possam ser retomadas a partir do fim do ano.

Para volta às aulas, ministro pede que avaliação dos pais seja a principal

EsBrasil: O Ministério da Educação (MEC) só pode contribuir com aconselhamentos e não tem poder decisão sobre prefeituras e governos estaduais

90 mil vagas remanescentes do Prouni e 50 mil do Fies serão abertas em setembro

Metro Jornal: As vagas não preenchidas dos programas de acesso ao ensino superior do governo federal serão reabertas em processo seletivo para setembro

Milton Ribeiro diz que MEC vai abrir 140 mil vagas remanescentes do Fies e Prouni em setembro

G1: Programas garantem acesso ao ensino superior em universidades privadas

Fies e Prouni poderão ter 140 mil vagas em setembro, diz ministro

Rádio Nacional: Milton Ribeiro, da Educação, participou de live, nesta sexta-feira

Ministro da Educação: "Brasileiros não conseguem fazer prova EaD sem colar"

Metrópoles: Milton Ribeiro disse que a educação pós-pandemia vai sofrer influência do ensino a distância, mas relatou preocupações com estudantes

Ministro diz que pais devem ser ouvidos sobre retorno das aulas

O Antagonista: Durante um evento virtual da ABMES, o ministro da Educação disse que os pais devem ser ouvidos antes de governos e prefeituras tomarem qualquer decisão sobre retorno de aulas presenciais

MEC vai oferecer 140 mil vagas remanescentes do Prouni e Fies

Agência Brasil: A seleção começa em setembro, informou Ribeiro durante participação em uma videoconferência promovida pela ABMES

Milton Ribeiro anuncia oferta de 50 mil vagas no Fies e 90 mil do ProUni em setembro

Em evento da ABMES, Ministro da Educação comentou empenho em dar celeridade aos processos no Seres e a manutenção do ensino híbrido pós-pandemia da Covid-19

Para volta às aulas, ministro da Educação pede que opinião dos pais seja a mais considerada

Estadão: Milton Ribeiro invocou a ajuda de Deus para que o ensino presencial seja retomado ainda em 2020

Provas devem ser presenciais para evitar fraudes, diz ministro da Educação

Valor Econômico: Milton Ribeiro afirmou que brasileiro tem dificuldade de ter disciplina e não colar nas avaliações

MEC abre 50 mil vagas remanescentes de Fies e 90 mil de ProUni, em setembro

Valor Econômico: A informação foi dada há pouco pelo ministro do MEC, Milton, Ribeiro durante live promovida pela Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior

Não temos como uniformizar retorno às aulas, diz ministro da Educação

UOL: "Podemos contribuir com propostas, mas não temos esse poder", afirmou o ministro ao participar de um bate-papo online organizado pela ABMES

Live da ABMES contará com a participação do ministro da Educação

O evento on-line começa às 10h desta sexta-feira (28/8) e o ministro é o convidado para um bate-papo com o diretor presidente e o diretor executivo da associação

Especialistas debatem como a tecnologia e a inovação podem atender aos desafios da aprendizagem pós-pandemia

Convidados da ABMES comentam como a transformação digital acelerada pela Covid-19 pode promover um salto para a educação superior brasileira

Debate sobre criatividade e desafios da educação abre comemorações do 38º aniversário da ABMES

Bate-papo virtual entre presidentes que passaram pela Associação e o professor de criatividade Murilo Gun deu início ao calendário de celebrações