Detalhe

Regulação tem impulso com avaliação virtual e cresce 292%

01/06/2021 | Por: Inep | 694
Foto: Reprodução/ Inep

O número de decisões regulatórias da educação superior avançou 292%, considerando o período de janeiro a maio do triênio 2019, 2020 e 2021. Impulsionada pelo início da avaliação externa virtual in loco, em abril, a quantidade de publicações relativas à regulamentação, no Diário Oficial da União, subiu de 1.956, em 2019, para 7.674, em 2021, na comparação entre os cinco primeiros meses dos últimos três anos. 

Os índices foram apresentados pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas, e pelo secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) do Ministério da Educação (MEC), Paulo Almeida, em reunião com associações do setor do ensino superior, nesta terça-feira, 1º de junho. De forma inédita, Inep e Seres/MEC reúnem-se para tratativas regulares com as associações. Este foi o primeiro de uma série de encontros mensais que serão realizados a partir de agora. 

Das regulações executadas em 2021, 70% corresponde à renovação de reconhecimento de curso e 21%, à extinção voluntária de curso, enquanto 9% diz respeito a outros atos. Desde o início de 2021, foram protocolados 15.804 processos de regulamentação. Desses, 71% foram concluídos e 29% estão em trâmite. Ao todo, 5.348 cursos tiveram a renovação de reconhecimento, outros 1.612 foram extintos (a pedido) e 457, reconhecidos. Também foram autorizados 159 cursos e 33 tiveram aumento de vagas. Houve, ainda, 20 atos de mantidas unificadas.

Segundo o presidente do Inep, Danilo Dupas, o Instituto rompeu paradigmas, com o objetivo de dar seguimento aos processos avaliativos das instituições de educação superior, mesmo diante do contexto adverso ocasionado pela pandemia de COVID-19. “Com o formato da avaliação virtual, temos uma celeridade maior nos processos, com avaliações pautadas em inovação e criatividade, além da diversidade de métodos e abordagens, com a utilização da tecnologia a favor de melhorias na educação superior”, disse.

Danilo Dupas ressaltou a importância do suporte dado pelo MEC e pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes), na implementação do novo modelo. "Esse processo só foi possível graças ao apoio do ministro da Educação, Milton Ribeiro, que nos deu o respaldo necessário para colocarmos o projeto em prática. Isso foi fundamental”, disse. “Também foi essencial o suporte que recebemos da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior. Envolvemos todos os atores que fazem parte do processo e foi uma grande parceria. Recebemos o apoio de todos nessa iniciativa. A Conaes participou ativamente do processo de validação das visitas virtuais, de forma permanente. Quando articulamos para o bem, com o intuito de entregar valor para a sociedade, temos o resultado. É um trabalho em equipe", concluiu Dupas.

O secretário da Seres/MEC, Paulo Almeida, chamou a atenção para a taxa de processos regulatórios já protocolados e finalizados no mesmo ano, em 2021 (71%), e destacou o esforço para contemplar diversos procedimentos. “Estamos com os esforços a todo vapor e os dados demonstram que temos trabalho em todos os atos”, pontuou.

Receptividade
Completado um mês da implantação da avaliação externa virtual in loco pelo Inep, a receptividade do novo formato junto às instituições de educação superior e aos avaliadores é considerada positiva. Houve poucos registros de instituições que cancelaram as visitas e a adaptação ao modelo está dentro do previsto pela Autarquia, com a necessidade de ajustes pontuais relacionados à ferramenta utilizada para as visitas. Os avaliadores também responderam positivamente às capacitações.

Para a presidente da Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup), Elizabeth Guedes, “o novo formato é um grande avanço, considerando que as visitas virtuais irão contribuir para desafogar os processos regulatórios”, analisou. No entendimento da presidente da Associação Nacional de Pesquisadores Institucionais (ANPI-IES), Ivanete da Rosa Silva de Oliveira, os resultados já são visíveis, “justamente pelo volume de processos que foram acelerados desde a implementação do modelo”.

Na reunião desta terça-feira, em que foi apresentado um balanço e as impressões deste primeiro mês de avaliações virtuais, entidades do setor também se manifestaram a favor da adoção dos procedimentos, em definitivo, mesmo após a pandemia de COVID-19, possibilitando, assim, a conciliação entre os modelos presencial e virtual. “Esperamos que o formato tenha chegado para ficar e que não seja uma atividade temporária. Que se estabeleça um protocolo o qual congregue tanto a avaliação presencial quanto a virtual, no pós-pandemia”, reivindicou a diretora técnica da Associação Brasileira das Mantenedoras das Faculdades Isoladas e Integradas (Abrafi), Iara de Xavier.

Andamento e projeções
De abril a maio, o Inep realizou 275 visitas em 167 instituições, sendo 222 virtuais e 53 presenciais. A estimativa é de um aumento gradual na avaliação virtual para os próximos meses, com 600 avaliações em junho, outras 700 em julho e 800 visitas mensais em agosto, setembro e outubro.


Conteúdo Relacionado

Vídeos

ABMES Consultoria | Guia de Boas Práticas de Avaliação Externa Virtual In Loco

Inep divulgou o Guia de Boas Práticas de Avaliação Externa Virtual In Loco orientando avaliadores e IES sobre como proceder a partir das mudanças do novo formato de avaliações externa in loco que serão realizadas pelo instituto. O consultor jurídico da ABMES, Bruno Coimbra, comenta os pontos de destaque do documento. O formato virtual foi anunciado nesta quinta-feira (23) e tem caráter emergencial e temporário, motivado pelo contexto de pandemia da Covid-19.

Saiba mais:
https://bit.ly/3xhOEwf

Legislação

PORTARIA INEP Nº 165, DE 20 DE ABRIL DE 2021

Institui a Avaliação Externa Virtual in loco no âmbito das visitas por comissões de especialistas para avaliação externa de Instituições de Educação Superior e cursos de graduação, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), e da avaliação das Escolas de Governo.


Notícias

Inep capacita relatores dos subcolegiados da CTAA

Treinamento foi para relatores de curso de graduação e de avaliação institucional externa. Capacitação aconteceu de forma virtual, por meio de aplicativo

Aberta capacitação para 2,8 mil avaliadores

Treinamento on-line prepara profissionais para avaliar cursos e instituições no formato virtual. Cerca de 4 mil avaliadores já foram capacitados pelo Inep

Inep avalia 2 mil cursos e instituições em 4 meses

Dado engloba avaliação de cursos de graduação e instituições de educação superior. Presidente Danilo Dupas divulgou levantamento durante seminário da ABMES

CTAA fica mais ágil, efetiva e transparente

Comissão Técnica de Acompanhamento da Avaliação é instância recursal da avaliação de cursos e instituições de educação superior. Reestruturação inicia em 2/8

Aberta seleção para consultor da educação superior

Especialistas em instrumentos de avaliação podem se candidatar até o dia 20 de junho. Selecionado realizará estudos para desenvolvimento de novos indicadores

MEC quer facilitar regulamentação de empresas de ensino superior

Ribeiro disse que avaliação remota é o primeiro passo nessa direção

Inep inicia avaliação externa virtual in loco

Comissões avaliaram a autorização de novos cursos em sete instituições. Até outubro, Autarquia pretende realizar 5 mil avaliações externas virtuais

Inep propõe avaliar cursos superiores remotamente

Início da avaliação virtual está previsto para o dia 26 de abril

Avaliação externa virtual é um marco na educação superior

Objetivo da proposta é aperfeiçoar o processo de avaliação da oferta da educação superior, trazendo celeridade, segurança e transparência à avaliação externa in loco

Relatório de autoavaliação deve ser enviado até quarta (31)

Instituições que não enviaram o documento referente a 2019 poderão enviar junto com o relativo a 2020. Ciclo também pode ser reprogramado pelo e-MEC

Inep recebe relatórios de autoavaliação até 31 de março

O relatório da Comissão Própria de Avaliação retrata a atuação das instituições de educação superior. O documento deve ser postado no sistema e-MEC

Inscrição para elaboradores de itens vai até domingo (21)

Seleção é para professores interessados em elaborar e revisar itens da educação superior. Docente deverá indicar para quais áreas está se candidatando

Inep e avaliadores do BASis se reúnem nesta quarta (3)

Encontro on-line com integrantes do Banco de Avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior discute retorno das avaliações externas

Avaliação in loco: prorrogado edital para docentes da educação superior

Período para inscrição no processo seletivo de docentes para compor as comissões responsáveis pela Avaliação in loco vai até dia 15 de novembro

Inep retoma visitas de avaliação in loco nas IES a partir de 15 de novembro

Cronograma e critérios foram apresentados em bate-papo on-line da ABMES

Aberto edital para avaliadores da educação superior

Inep selecionará professores responsáveis pela avaliação in loco dos cursos de graduação. As inscrições podem ser realizadas até o dia 11 de outubro

Instrumentos de avaliação in loco em debate no Seminário da ABMES

Com o tema "O cenário da avaliação da educação superior no Brasil e a atuação do Inep/MEC”, o evento tem como objetivo aproximar instituições de ensino dos principais dirigentes e técnicos do setor

Coluna

Educação Superior Comentada | Políticas, diretrizes, legislação e normas do ensino superior

Na edição desta semana, o consultor jurídico da ABMES, Gustavo Fagundes, apresenta o calendário anual de abertura do protocolo de ingresso de processos regulatórios no sistema e-MEC para 2021

Educação Superior Comentada | A instituição da Avaliação Externa Virtual in Loco

Na coluna Educação Superior Comentada desta semana, o consultor jurídico Gustavo Fagundes comenta sobre a instituição da Avaliação Externa Virtual in loco